Resenha: Sangue Frio, de Robert Bryndza | Detetive Erika Foster #5





Erika Foster está pronta para desvendar mais um crime que irá congelar o seu sangue.

Série: Detetive Erika Foster #5
Autor: Robert Bryndza
Páginas: 320
Ano: 2019
Editora: Gutenberg
Onde encontrar: Skoob  
A detetive Erika Foster fica espantada quando uma mala contendo o corpo desmembrado de um homem aparece na margem do rio Tâmisa. Mas não é a primeira vez que ela vê um assassinato tão brutal. Duas semanas antes, o corpo de uma jovem havia sido encontrado em uma mala idêntica.
Quando Erika e sua equipe começam a trabalhar, logo percebem que estão seguindo o rastro de um serial killer. O número de corpos aumenta, e o caso fica ainda mais grave quando as filhas gêmeas do Comandante Marsh, colega de Erika, são sequestradas. Será que Erika conseguirá salvar a vida de duas crianças inocentes? O tempo dela está se esgotando, e ela está prestes a fazer uma descoberta perturbadora.

Vamos falar de Steampunk?


Oi oi gente!!

Bom, o assunto de hoje é sobre o gênero Steampunk. Que nada mais é uma mistura louca de ficção cientifica e fantasia, e tudo de forma clássica e romântica. Então, o mistério desse gênero é que são ambientadas no passado. São versões alternativas do nosso passado, por assim dizer. Onde a tecnologia desenvolveu mais rápido do que a realidade. Só pra você ter uma noção do que estou falando, quero citar a história de A Bussola de Ouro, onde haviam deriveis, carros e toda a tecnologia possível. Mas também havia criaturas magicas, como animais falantes, fadas/bruxas e claro um mundo alternativo.


Lançamento de Destinos Quebrados, da Sofia Silva


Há amores que nunca terminam.

Titulo: Destinos Quebrados
Autora: Sofia Silva
Ano: 2019
Paginas: 248
Editora: Valentina
Após um final de relacionamento amargo, sofrido, Rafaela e Leonardo seguiram assuas vidas. Ela no Brasil e ele em Portugal.Embora renomados profissionais, ambos continuam presos a um passado que osatormenta. A questões que ficaram sem resposta.Dez anos depois, são forçados a um reencontro doloroso sem imaginarem que essemomento trará consigo segredos que ficaram enterrados. E, talvez, alguns devessempermanecer por lá.
Há um tempo você disse que todos temos o direito de quebrar, mas se esqueceu de dizer que poucos nos ajudam a colar os cacos que ficam soltos dentro de nós.



O cheiro de livros me dá as boas-vindas imediatamente e eu me sinto em casa. Pode me chamar de Alice, tenho 22 anos (com carinha de 15). Aqui você vai encontrar de tudo um pouco, porque sou uma estudante de publicidade eclética e hiperativa de 6h às 18h.





Colaborador


Busca

Facebook

Seguidores

Arquivos

Populares

Editoras Parceiras 2019

Tecnologia do Blogger.