Resenha: Nada escapa a Lady Whistledown, da Julia Quinn, Suzanne Enoch, Karen Hawkins e Mia Ryan


Oi oi gente!!
Em Nada escapa a lady Whistledown, a cronista eternizada por Julia Quinn continua a revelar os acontecimentos mais apimentados da temporada londrina. Suas colunas são o fio condutor das quatro histórias que formam esta encantadora e divertida coletânea.

Ele a beijou até ela achar que desmaiaria de desejo. Ele a beijou até ela achar que desmaiaria de falta de ar. Ele a beijou até que ela não conseguisse pensar em nada além dele, não conseguisse ver nada além do rosto dele em sua mente e até que não quisesse mais nada além do sabor dele em seus lábios... para sempre.

Autoras: Julia Quinn, Suzanne Enoch, Karen Hawkins e Mia Ryan
Páginas: 332
Editora: Arqueiro
Ano: 2018
Onde encontrar: Skoob  |  Amazon

Há tanto a ser dito sobre o baile oferecido por lady Trowbridge, em Hampstead, que esta autora não teria como contar tudo em só uma coluna...
Crônicas da sociedade de lady Whistledown, maio de 1813
Julia Quinn encanta...
A alta sociedade está em polvorosa, afinal a debutante mais promissora da temporada foi rejeitada por seu pretendente... apenas para ser conquistada em seguida pelo charmoso irmão mais velho do canalha que não a quis.
Suzanne Enoch fascina...
Um futuro noivo fica sabendo que o comportamento escandaloso de sua bela prometida foi parar na coluna de lady Whistledown e volta correndo para Londres com o intuito de ganhar o coração da moça de uma vez por todas.
Karen Hawkins seduz...
Um conhecido libertino tem sua amizade mais antiga e seu coração postos à prova quando uma adorável dama se encanta por outro cavalheiro.
Mia Ryan delicia...
Uma jovem é despejada da própria casa por um detestável – embora charmoso – marquês que pretende tomar posse não apenas do imóvel, mas também de sua antiga moradora.
No primeiro livro o que tínhamos em comum além das cronicas de Lady Whistledown, era o bracelete desaparecido. Mas o único vinculo que temos nesse segundo livro é as colunas de Lady Whis, e como ela estava em todo lugar... vendo e ouvindo tudo.

Um Amor Verdadeiro, vai nos contar a história de Lady Anne Bishop e do Marques Halfurst, mais conhecido como Maximiliam. Os pais do casal eram bons e velhos amigos, e decidiram dar a mão dos filhos em casamento (o famoso casamento arranjado). Porém, o tempo passa e Anne não tem mais noticia de seu noivo, o que leva a ela ser uma jovem de 19 anos "livre" para ir aos bailes e jantares com os amigos. O que Anne não esperava era cometer um erro, e acabar parando na coluna semanal de Lady Whistledown. Quando o Marques lê sobre sua noiva, e o que ela anda fazendo nos bailes londrinos, decide busca-la pessoalmente para casar com ela e leva-la para junto dele em Yorkshire.

Mas o que Max não esperava era ver uma jovem linda e muito inteligente, que está aborrecida com ele, já que, apos 19 anos ele nunca foi atrás dela nem mesmo para saber como ela estava, nem mesmo uma simples carta ele mandou.
Agora ele terá que conquista-la e fazer com que ela se apaixone por ele... 
[...]Não se trata de sensatez, e sim de paciência. A senhorita nasceu para ser minha. Pretendo tê-la.
Dois Corações, começa com a história de Elizabeth Pritchard  — uma jovem linda e extrovertida, que mesmo com esses atributos ela continua solteira. A Srta. Liza é uma jovem que gosta de ter amigos, sendo a sua melhor amiga Margaret Shelbourne e o irmão de Margaret  — Royce Pemberly.
Royce é o tipico solteirão da cidade, que apenas não quis se casar ainda. Porém, a partir do momento que Liza se encanta por um pretendente e diz que vai se casar. Algo desperta em Royce, e o que mais poderá ser se não fosse amor pela sua unica e melhor amiga?

Nenhum dos dois nunca deram a entender que sentiam algo um pelo outro, mas quando Liza finalmente se vê livre da solteirice é quando o amigo vai fazer algo... o que me deixou bem irritada com esse conto foi esse detalhe. Nesse conto vamos encontrar uma história de amizade e companheirismo, de uma forma leve e encantadora. 
Uma dúzia de Beijos, é o conto que eu gostei e não gostei. Essa história além de intensa é bem envolvente (até aí, tudo bem!), porque isso me deixou feliz. Mas a criação dos personagens foi o ponto negativo, pois eu peguei um ranço por uma personagem que não vou citar quem é, que me deixou com raiva durante toda a leitura. Esse conto será uma surpresa para você querido leitor que ainda não leu nada da autora.

Trinta e seis cartões de amor, é o ultimo conto do livro e o que eu mais amei. Além do romance que encontramos nesse conto temos uma grande história por trás dela. Vamos conhecer Suzannah Ballister e David Mann-Formsby. Suzannah passou toda a sua temporada sendo cortejada por Clive  — irmão mais novo de David. E quando chegou o momento dele anunciar o noivado em um baile, Clive acaba pedindo a mão de uma outra moça no recinto e deixando todos surpresos. O que ocasionou na reclusão de Suzannah por um ano em uma das fazendas de sua família
Após um ano depois do ocorrido, Suzannah voltou para debutar mais uma vez. Porém, ela não era mais a estrela da temporada,  começou a tomar chá de cadeira com as outras solteironas. 

Quando David encontra Suzannah em um evento, se vê encantado pela sua sinceridade e beleza, e percebe que querendo  — ou não — o irmão mais novo fez certo em não se casar com ela. Porque ela na verdade nasceu para ser sua esposa, e ele vai "lutar" para conquistar ela.

Esse conto foi O MELHOR CONTO DE TODOS OS QUE EU JÁ LI!
De todos os livros que já li esse ano, Nada escapa de Lady Whistledown chegou para ficar no topo da lista. Eu simplesmente amei cada conto, e mesmo com alguns pontinhos negativos eu ainda amei as histórias. As autoras tem uma forma de narrativa que nos encanta e deixa a leitura mais deliciosa.

As histórias continuam sendo narrado em primeira pessoa, e temos no inicio de cada capitulo uma crônica de Lady Whis, relatando e apimentando a sociedade Londrina. O livro tem uma diagramação maravilhosa com detalhes bem delicados lembrando bem que estamos lendo um livro do século XIX.

Espero que tenham gostado da resenha, e me contem aí nos comentários se já leram algum livro das autoras.

Beijoss, e até a próxima!!

Integre o aprendizado de idiomas em sua vida diária: um guia prático

Foto: Study nostalgic
Oi oi gente!!

Espero que estejam gostando das dicas de estudos que estou dando aqui no blog, porque ainda tem muito vindo por aí. Mas não se preocupe, porque as resenhas vão continuar sendo postadas, estou apenas abrindo o blog para novas experiências...

Essas dicas são da sciogli-lingua, que acabou se tornando bem conhecida depois que alguns estudantes compartilharam no Tumblr seus posts de música e dicas de como aprender outros idiomas. 


Leitura

  • Internet é sua amiga! Preencha seus feeds de mídia social com conteúdo em seu idioma de destino: siga os blogs que você gosta, agências de notícias de outros países ... A rolagem ocasional distraída pode, assim, se transformar em uma experiência mais produtiva!
  • Valorize as pequenas coisas: quando eu era criança, eu lia literalmente qualquer coisa em que eu colocasse meus olhos ... que incluía caixas de cereais na hora do café da manhã. Embora não seja esmagadoramente excitante, valores nutricionais, ingredientes (e avisos um tanto preocupantes) muitas vezes vêm em mais do que uma linguagem; ocasiões pequenas como essas são mais comuns do que você pensa em nossa vida diária, e agarrá-las definitivamente vale a pena!
  • Livros que você conhece, afirmando o óbvio desde 1997: se eu tiver a escolha entre ler um romance em sua versão traduzida ou no idioma original, eu geralmente escolho o último. Vai sem dizer, mas: não exagere. Desafiar a si mesmo é ótimo, mas se você enfrentar Crime e Castigo duas semanas aprendendo russo, a coisa toda dificilmente acabará bem. Escolha livros adequados ao seu nível com os quais você se sinta à vontade, que não vão te aborrecer até a morte por causa de sua facilidade nem drenar sua energia vital com sua prosa assassina.

Ouvindo

  • O que não é amar sobre música, certo? Graças ao YouTube (além de vários serviços de streaming), o aluno médio tem décadas de músicas de todo o mundo na ponta dos dedos. Percorra listas de reprodução, experimente diferentes géneros e desfrute de um recurso que pode levar consigo para qualquer lado!
  • Eu nunca fui do tipo que ouvia tanto rádio, mas devo dizer que precisei mudar de ideia: muitas estações internacionais oferecem transmissões na Web que podem ser extremamente úteis em sua jornada de aprendizado.
  • Escusado será dizer que o YouTube é uma mina de ouro: procure conteúdo interessante no seu idioma de destino e divirta-se! Uma dica adicional se você quiser trabalhar no seu discurso também: pause o vídeo de vez em quando e tente imitar a pronúncia.
  • Escutas normalmente não são um hábito a ser encorajado, mas vamos abrir uma exceção para o aprendizado de idiomas: tentar captar vislumbres de conversas ouvidas no ônibus ou andar pela cidade pode ser muito estimulante, e é um bom caminho, para treinar seu ouvido.
  • Assista a programas de TV e filmes. Outros estão firmemente contra o uso de legendas se você estiver fazendo isso para fins de aprendizado, mas eu terei que discordar: enquanto eu entendo que isso faz com que você se concentre menos na pronúncia, eles podem ser vitais para combater o desalento inicial que poderia experiência em uma tarefa auto-infligida. Dependendo do seu nível, eu sugiro que você comece com legendas em seu idioma nativo, depois as abandone assim que possível para continuar com legendas no idioma de destino (e depois, quando for possível, elimine as legendas legendas inteiramente).

Escrevendo

  • Isso funciona como leitura: traduza muito, tanto do seu idioma de destino para o seu idioma nativo quanto do contrário. O objeto de sua tradução realmente não importa, contanto que seja algo que tenha algum interesse para você: as músicas geralmente são rápidas e divertidas de se fazer (também, confira este site: https://lyricstranslate.com/), mas isso pode ser aplicado a qualquer coisa, na verdade.
  • A maioria das pessoas recomendará que você tente manter um diário, e devo dizer que concordo. Você não tem que escrever algo todos os dias, mas quando você começa a pegar o jeito, você descobre como isso pode ser útil: ter que procurar as palavras para expressar seus próprios pensamentos de forma eficaz lhe dará vocabulário. isso pode ser crucial em interações posteriores.
  • Bate-papo: Tumblr, Instagram, Facebook entre outros, são bons lugares para encontrar outros alunos e, se você não se sentir como se estivesse estudando ativamente um bate-papo na sua língua-alvo, definitivamente é melhor do que nada! Além disso, você provavelmente acabará aprendendo um monte de gírias úteis, além de algumas expressões coloquiais essenciais que farão você parecer mais natural.

Falando

  • Cantar no chuveiro. Realmente, faça. Não há nada como uma pequena sessão de karaokê para ouvir novos sons!
  • Fale com você mesmo (de preferência quando não há mais ninguém por perto, mas no final você o faz). Escolha um tema aleatório e divagar livremente. Gravar a si mesmo também é um bom truque: você poderá identificar as coisas que não soam bem e trabalhá-las com um foco melhor.
  • Leia em voz alta e, mais uma vez, registre-se enquanto o faz: você pode conferir termos posteriores que eram novos para você (e, se necessário, a pronúncia deles).
  • Não tenha medo dos nativos! É mais fácil falar do que fazer, eu sei, mas se você tentar agarrar qualquer oportunidade de falar sua língua-alvo, o medo dominador irá mais tarde se entregar a uma agradável sensação de satisfação, e você acabará procurando uma chance de falar com muito mais frequência do que você pensa!

Espero que tenham gostado das dicas, e se quiserem mais dicas assim. Comentem aí nos comentários, que eu vou adorar trazer mais para o blog.

Beijoss, e até a próxima!

Estarei Aqui será relançado com capa nova...

Oi oi gente!!

A autora Daya Alves revelou para os parceiros a nova capa do livro Estarei Aqui. E após a noticia da lindíssima capa, a editora revelou que o livro está com o Lançamento marcado na bienal de São Paulo para o dia 09/08 às 17:30.


Autora: Dayane Sousa
Editora: The Books Editora
Páginas: 326
Ano: 2016
Capista: Décio Gomes
Onde encontrar: Skoob
Seu maior sonho era casar.Paloma esperou por quatorze anos para realizar seu sonho. Enquanto aguardava ansiosa que seu noivo marcasse a tão esperada data, satisfazia-se em trabalhar como wedding planner, assessorando muitas noivas histéricas. Até que um dia, por obra do destino, acaba envolvida em mais uma confusão e descobre algo que abalará seu relacionamento. Desiludida com o amor, blinda seu coração para não sofrer novamente, porém, mais uma vez, não consegue ficar longe de uma grande confusão e seu caminho cruza com o de um médico socorrista do SAMU, moreno, latino, dono de olhos verdes e um sotaque que a deixava tonta. Seria Rico capaz de abalar sua determinação? Paloma, nossa protagonista, é uma moça dona de um coração gigante, fiel à família e aos amigos, trabalhadora, mas um tanto atrapalhada. Acredita até ter nascido com dois pés esquerdo.Rico, um médico vindo da Venezuela, consegue por meio de seu fiel amigo, Sr. Ângelo, uma colocação no SAMU e com isso se torna eternamente grato àquele que o ajudou quando mais precisava.Comédia romântica estilo chick lit, com uma leitura leve, que faz com que seja difícil segurar o sorriso ao virar as páginas dessa história divertida.
Espero que tenham gostado da novidade.

Beijoss, e até a próxima!!


O cheiro de livros me dá as boas-vindas imediatamente e eu me sinto em casa. Pode me chamar de Alice, tenho 22 anos (com carinha de 15). Aqui você vai encontrar de tudo um pouco, porque sou uma estudante de publicidade eclética e hiperativa de 6h às 18h.





Colaborador


Busca

Facebook

Seguidores

Arquivos

Populares

Editoras Parceiras 2019

Tecnologia do Blogger.