Resenha: A Soma de Todos os Beijos, da Julia Quinn ~ Quarteto smythe-smith


Oi oi gente!
A resenha de hoje é do terceiro livro da série Quarteto smythe-smith, da Julia Quinn. Esse livro foi um dos mais lindos que já li da autora. Além de engraçado, tem uma pegada mais dramática. Para quem não leu o primeiro livro da série, pode ficar tranquilho que não tem spoiler (vou me controlar, prometo!). 
Hugh foi um dos responsáveis pelo exílio de Daniel no segundo livro. Bom, o grande responsável foi o pai de Hugh — o Lorde Ramsgate.
E Sarah para quem não se lembra, é nossa querida personagem que ficou doente naquele recital dos Smythe-Smiths. Que por obra do destino Daniel conheceu a sua amada.
Bom, vamos conhecer a história!


Autora: Julia Quinn
Editora: Arqueiro
Páginas: 272
Ano: 2017
Onde encontrar: Amazon  Skoob  Saraiva
Bônus: Marcador de Página
Um brilhante matemático pode controlar tudo…
A não ser que um dia exagere na bebida a ponto de desafiar o amigo para um duelo. Desde que quebrou essa regra de ouro, Hugh Prentice vive com as consequências daquela noite: uma perna aleijada e os olhares de reprovação de toda a sociedade. Não que ele se importe com o que pensam dele. Ou pelo menos com o que a maioria pensa, porque a bela Sarah Pleinsworth está começando a incomodá-lo.
Lady Sarah nunca foi descrita como uma pessoa contida…
Na verdade, a palavra que mais usam em relação a ela é “dramática” – seguida de perto por “teimosa”. Mas Sarah faz tudo guiada pelo bom coração. Até mesmo deixar bem claro para Hugh Prentice que ele quase destruiu sua família naquele bendito duelo e que ela jamais poderá perdoá-lo.
Mas, ao serem forçados a passar uma semana na companhia um do outro, eles percebem que nem sempre convém confiar em primeiras impressões. E, quando um beijo leva a outro, e mais outro, e ainda outro, o matemático pode perder a conta e a donzela pode, pela primeira vez, ficar sem palavras.

Lorde Hugh Prentice é um rapaz muito inteligente. É ótimo em matemática, e muito bom jogando cartas. Nunca perdeu uma partida, exceto, a vez que jogou com Daniel e acabou perdendo. Depois daquele jogo que o levou a um duelo, a vida dele nunca mais foi a mesma... ele levou um tiro na perna e perdeu os movimentos.

Quando nós acompanhamos a história contada por Daniel Smythe-Smith, não podíamos imaginar o que Hugh passou com o pai — Lorde Ramsgate. O Lorde Ramsgate, estava louco para continuar com a linhagem da família Ramsgate, e com isso acabou perseguindo Daniel e o levando ao exílio em outro país. Após todo essa aventura vivida por eles, Hugh consegue fazer o amigo voltar, e continua tentando reater a relação de velhos amigos.

Hugh é um cara muito gentil, mas não tem uma relação muito amigável com as primas de Daniel — principalmente, Sarah que o culpa por ter afastado Daniel da família. Assim, que Honoria pede para Hugh o ajudar com a substituição de um padrinho no casamento, ele não pensa duas vezes e aceita. Mas o que ele não esperava era que seria acompanhante de Sarah Pleinsworth, a prima mais velha de Daniel e o que mais o odeia.

Sarah Pleinsworth, não gosta de Hugh desde o momento em que ele arruinou a sua primeira temporada, onde ela poderia conseguir um os 14 pretendentes para desposá-la, naquela época. E depois dele ter arruinado a vida do primo dela — levando ele para longe da família por causa do exílio, a sua relação com Hugh não melhorou nem em 1%. 

Ademais, com os preparativos para o casamento e depois de alguns momentos descansando depois dos bailes, Hugh e Sarah se conhecem melhor e percebem o quanto estavam enganados tirando conclusões precipitadas um do outro.

Hugh pensa que nenhuma mulher vai olhar para ele, sem sentir pena da sua condição. Mas depois de algumas palavras trocadas com Sarah, ele percebi o quanto ela é adorável e se senti até mesmo atraído por ela.

O problema não é ter com quem viver, mas os problemas é que a sua condição física atual não está das melhores. E ele teme que isso pode trazer riscos a sua futura relação...


Hugh cantarolou o ritmo e conduziu Sarah com uma leve pressão nas costas, movendo a bengala sempre que era hora de se virarem. Ele não dançava fazia quase quatro anos. E essa noite... estava sendo mágica. Jamais poderia lhe agradecer o sufi ciente por isso, por restaurar um pedaço de sua alma. Foi a valsa mais estranha e desajeitada que se poderia imaginar, mas também foi o momento mais perfeito da vida dele.
Uma das primeiras coisas que me encantou na história foi com toda certeza foi a escrita da autora, que continuou envolvente desde o primeiro livro da série. Esse livro tem uma narrativa tão leve e romântica, que me agradou do inicio ao fim ter começado à leitura. Adorei os dilemas de Hugh e da sinceridade de Sarah, isso foi muito instigante. 

Mais do que uma vez pensou em se casar, mas apesar do fato de que parecia estar em ordem, havia sempre a hipótese de que a bala de fato tinha-lhe feito alguns estragos. Além disso, pensava quando olhava para baixo para a ruína de sua perna, que mulher o aceitaria? 
Os personagens foram muito bem construídos, e desde o primeiro momento percebi que seria um livro forte. São fortes e com personalidades, e diferente dos outros casais, eles são encantadores com a relação que começa a apareçer.


A Soma de Todos Os Beijos é terceiro livro do Quarteto Smythe-Smith, da nossa querida Julia Quinn. Toda a série é constituída por quatro livros e conta as histórias de quatro membros da família Smythe-Smith.


Quarteto Smythe-Smith:

Simplesmente o Paraíso - Resenha
Uma Noite Como Esta - Resenha
A Soma de Todos os Beijos - Você está nela
Os Mistérios de Sir Richard - Não tem resenha ainda

Então é isso gente, espero que tenham gostado. E comentem aí em baixo nos comentários se pretendem ler algum dos livros da série ou até mesmo da autora.

Beijoss

Tag: Acumulador de Livros

Instagram: @Nickmafra

Oi oi gente!

O Paulo Ratz do canal Livraria em Casa traduziu a TAG Book Hoarding do canal Biblio Atlas e trouxe para o Brasil como TAG Acumulador de livros!!

Quem me indicou para responder essa tag foi a Moni do Leitora Cretina. E depois de algum tempo, vim responder.


➳  Acumulador - Qual livro que você deveria se livrar, mas por alguma razão não consegue? (Orgulho de ter lido? Foi presente? Ainda quer ler? Tem algum laço afetivo?).

Ainda não abandonei, porque sempre acabo dando mais uma chance futuramente. Sei que a maioria das vezes é apenas aquela ressaca momentânea que está atrapalhando a minha leitura...

➳  Colecionador compulsivo – Qual livro ou edição você sonha em ter? (livro raro, autografado, primeira edição).

Se eu te disser que estou louca para comprar Princesa de Papel (Físico), The Beauty of Darkness Adeus,Tóquio!. Esses são os livros que mais quero no momento!

➳  Caos confortável – Qual livro da sua estante foi o mais acolhedor?

Para todos os garotos que já amei, da Jenny Han. Esse livro foi uma leitura tão leve e gostosa, que quando terminei fiquei encantada e (quase) vendo o mundo cor de rosa.

➳  Nostalgia – Qual a história interessante que você teve com algum livro que tem na estante? 

Três Coroas Negras, da Kendara Blake. Esse está sendo a minha leitura atual, e eu estou tão fascinada por essa história e todo o seu cenário mistico

➳  Não toca nas minhas coisas! – Qual livro você não gosta de emprestar ou tem medo de perder?

The Kiss of Deception, da Mary E. Pearson. Eu não empresto esse livro (ou trilogia) a ninguém! Nem adianta negociar, sou cabeça dura com determinados livros.

➳  Ansiedade – Qual livro você ficou tão animado pra ler que não quis nem sair de casa?

Eu li Uma Noite Inesquecível, da Lisa Kleypas. Eu recebi o eBook da Editora Arqueiro e fiquei tão envolvida e ansiosa para saber o que iria acontecer que não quis largar o kindle por nada. Se tinha que sair, levava o celular (tenho o App do kindle) ou colocaria o kindle na bolsa.

➳  Compra no impulso – Qual livro você comprou sem qualquer planejamento?

Eu comprei um livro nessa férias, e fiquei feliz da vida porque comprei na promoção e tudo mais. Mas quando cheguei em casa e fui ver a resenha dele na internet, vi que era o segundo livro de uma duologia. Fiquei bem chateada porque o primeiro livro é um rim (ou qualquer ogão vital) na Amazon ou na Saraiva, kkkkkkk.



Então é isso gente, espero que tenham gostado da tag. Caso queiram responder fiquem à vontade. 

Resenha: Uma Noite Inesquecível, da Lisa Kleypas ~ As Quatro Estações do Amor


Oi oi gente!!
A resenha de hoje é sobre a continuação da série As Quatro Estações do Amor, da autora Lisa Kleypas. Esse na verdade me pareceu uma spin-off da série, já que as quatros moças do quarteto Flores Secas já se casaram nos livros anteriores. Eu já estou com a resenha de todos os livros prontas, e será postada em breve... Mas agora, quero que aproveitem para conhecer o novo lançamento da autora Uma Noite Inesquecível.

Autora: Lisa Kleypas
Páginas: 176
Ano: 2017
Editora: Arqueiro
Onde encontrar: Skoob  Amazon  


O Natal está se aproximando e Rafe Bowman acaba de chegar a Londres para uma união arranjada com Natalie Blandford. Com sua beleza estonteante e o físico imponente, ele tem certeza de que a linda aristocrata logo cairá a seus pés.No entanto, seus terríveis modos americanos e sua péssima reputação de farrista deixam Hannah, a prima da moça, chocada. Determinada a proteger Natalie, ela vai tornar a tarefa de cortejar a jovem muito mais difícil do que Rafe esperava.Hannah, porém, logo começa a se importar mais do que gostaria com o rude pretendente da prima. Rafe, por sua vez, passa a apreciar um pouco demais a companhia de Hannah, uma mulher forte e pragmática com um coração doce e gentil. E quando Daisy, Lillian, Annabelle e Evie, quatro amigas inseparáveis que já conseguiram encontrar o homem de seus sonhos, decidem agir como cupidos, quem sabe o que pode acontecer?


Uma noite inesquecível é uma viagem mágica pela Londres vitoriana, com os diálogos espirituosos e personagens memoráveis que consagraram Lisa Kleypas como uma das autoras de romances de época mais aclamadas pelo público. Nesta continuação da série As Quatro Estações do Amor, os mais cínicos se tornam românticos e até os mais tímidos suspiram, arrebatados de paixão.

Rafe Bowman é um canalha assumido. Ele é o irmão mais velho de Lilian (personagem do segundo livro), e foi criado por uma educação muita rígida por seu pai Thomas Bowman. O Sr.Bowman arranjou todo o casamento do filho com a Srta. Blandford, pois como todos já sabem eles são americanos e querem melhorar a linhagem da família casando-se com ingleses. E como Rafe é um devasso/cafajeste/canalha da vida, o Sr. Bowman criou um acordo que ele perderia todo o "poder na empresa" de família, caso ele cogitasse não se casar com Natalie Blandford.

Natalie Blandford é uma jovem muito bela, com dote muito grande e com uma educação de dar inveja. Ela tem uma prima que também é sua melhor amiga, chamada; Hannah. 
Hannah Appleton é uma jovem desprovida de dinheiro, e faz o possível para cuidar da sua família. Ela começou a ser a acompanhante da sua prima Natalie, e como as duas são primas não demorou muito pra serem confidentes uma da outra. 

Quando Hannah descobriu que Rafe Bowman estava voltando de Nova Iorque e que queria se casar com Natalie, ela se viu obrigada a cuidar dele pessoal, dificultando qualquer tentativa de compromisso ou cortejo. Hannah de início pensou que ele era um velho que tinha se cansado da vida de farras e tudo mas...

Mas tanto Hannah como Rafe se enganaram. E quando tiveram o primeiro encontro organizado pelas Flores Secas, para saber mais sobre Natalie antes da viajem para Stony Cross — onde aconteceria o pedido de casamento. 


Não estou sendo gentil. Acabei de dizer que o senhor é irritante e enervante. Não fez esforço algum para ser educado. [...] Devo ser franca, Sr. Bowman. Não acredito que o senhor e lady Natalie combinarão de nenhuma maneira. Não há um átomo de semelhança sequer ente vocês. E é meu dever partilhar esta opinião com lady Natalie. Na verdade, farei o que for necessário para impedir o seu noivado. 

Ela sentiu uma leve atração por ele, mas viu como ele é mal educado e não respeita a etiqueta. Ele se sentiu tão atraído pela jovem que estava perto dele, que se sentia obrigado a provocá-la apenas para ver se ela deixava de ser tão certinha.

Quando a reunião acaba, eles (por ordem do destino) ficam sozinhos. E Rafe tenta mais uma vez desconsertar Hannah, mas ele tem uma grande surpresa quando beijou ela e sentiu muito mais do que poderia sentir por um simples beijo.


Hannah tinha uma espécie de vitalidade deliciosa com a qual ele nunca se deparara antes, e ele instintivamente queria mergulhar naquele universo, mergulhar nela.
Assim que chegam em Stony Cross, fica mais difícil ficar longe um do outro. E Hannah começa a ficar cada vez mais atraída por Rafe. Que por sua vez, está tendo várias discussões com seu Pai para retirar esse "acordo". Enquanto isso Natalie está adorando ficar com Rafe. Mesmo sabendo de todo o relato e opinião da prima, ela quer conhece-lo.

Será que Hannah seria capaz de ver o casamento de seu amado com usa prima? Mesmo Rafe sabendo que não vai amar Natalie, ai pedir para casar-se com ela? Querem saber como vai terminar mais uma temporada em Stony Cross Park? 
Leiam o livro para saber as cenas dos próximos capítulos... (rsrsrs)

Todo o livro tem como o mesmo cenário dos livros anteriores: Stony Cross Park — a mansão de Westcliff. As meninas Annabelle, Lillian, Evie e Dayse, aparecem nesse livro. E cada uma tem um capitulo só delas, contando como está a vida depois do casamento. 

Devemos proteger nossos corações e esconder nossos sentimentos, Hannah. É a única maneira de vencer.

A escrita da Lisa Kleypas é maravilhosa. Eu terminei toda a série em apenas algumas semanas. Comecei por esse livro, então peguei spoiler dos primeiros livros. Mas como eu queria saber mais sobre cada uma das Flores Secas e essa amizade delas. Comecei pelo primeiro e vi como cada uma tem um gênio e forma de agir diferente.

O livro é contado em primeira pessoa, com Hannah, Rafe e alguns dos personagens personagens anteriores narrando a história. As capas dos livros são lindas. Eu li todos os livros em e-book, e a forma que a autora coloca um plot twist na metade da história, faz com que o leitor continue lendo para saber o que acontece com o personagem. 

Uma Noite Inesquecível é um romance encantador com um toque de drama. Como nos outros livro tem um plot twist que vai fazer você ficar louca para saber como vai terminar a história depois da bomba que a Lisa jogou. 

Espero que tenham gostado da resenha, e quero que saibam que esse foi uma das minhas melhores séries. Super recomendo o livro e também a série As Quatro Estações do Amor, para quem gosta de romance época e um bom mistério.

Beijoss

Sou Alice Mendes, tenho 21 primaveras e sou Pernambucana. Aqui você encontra um pouco de tudo que eu mais amo no mundo: livros, seriados, filmes, fotografia e muito mais ;)

Busca

Facebook

Seguidores

Arquivos

Populares

Editoras Parceiras 2019

Tecnologia do Blogger.