8 on 8: Personagens mais engraçados ¬


Oi oi gente,
Eu fiquei sem responder as categorias do 8 on 8, dos meses anteriores. Mas como estou inspirada, e hoje é dia de 8 on 8, vou responder a categoria escolhida. Os personagens literários mais engraçados que já conheci.

Eu coloquei em negrito todos os personagens que eu acho engraçado, ou fizeram algo que me fez rir muito.

Aos 26 anos, Louisa Clark não tem muitas ambições. Ela mora com os pais, a irmã mãe solteira, o sobrinho pequeno e um avô que precisa de cuidados constantes desde que sofreu um derrame. Trabalha como garçonete num café, um emprego que não paga muito, mas ajuda nas despesas, e namora Patrick, um triatleta que não parece interessado nela. Não que ela se importe.

Quando o café fecha as portas, Lou é obrigada a procurar outro emprego. Sem muitas qualificações, consegue trabalho como cuidadora de um tetraplégico. Will Traynor, de 35 anos, é inteligente, rico e mal-humorado. Preso a uma cadeira de rodas depois de um acidente de moto, o antes ativo e esportivo Will desconta toda a sua amargura em quem estiver por perto. Tudo parece pequeno e sem graça para ele, que sabe exatamente como dar um fim a esse sentimento. O que Will não sabe é que Lou está prestes a trazer cor a sua vida. E nenhum dos dois desconfia de que irá mudar para sempre a história um do outro.


Honoria Smythe-Smith sabe que, para ser uma violinista ruim, ainda precisa melhorar muito…
Mesmo assim, nunca deixaria de se apresentar no concerto anual das Smythe-Smiths. Ela adora ensaiar com as três primas para manter essa tradição que já dura quase duas décadas entre as jovens solteiras da família. Além disso, de nada adiantaria se lamentar, então Honoria coloca um sorriso no rosto e se exibe no recital mais desafinado da Inglaterra, na esperança de que algum belo cavalheiro na plateia esteja em busca de uma esposa, não de uma musicista. Marcus Holroyd foi encarregado de uma missão… Porém não se sente tão confortável com a tarefa. Ao deixar o país, seu melhor amigo, Daniel, o fez prometer que vigiaria sua irmã Honoria, impedindo que a moça se casasse com pretendentes inadequados. O problema é que ninguém lhe parece bom o bastante para ela. Aos olhos de Marcus, um marido para Honoria precisaria conhecê-la bem (de preferência, desde a infância, como ele), saber do que ela gosta (doces de todo tipo) e o que a aflige (como a tristeza pelo exílio de Daniel, que ele também sente). Será que o homem ideal para Honoria é justamente o que sempre esteve ao seu lado afastando todo e qualquer pretendente? Com seu estilo inteligente e divertido, Julia Quinn enfim apresenta ao público o Quarteto Smythe-Smith, o terrivelmente famoso e adoravelmente desafinado grupo musical que conquistou os leitores antes mesmo que as cortinas se abrissem para ele.

Eu escolhi esse livro. Porque de todos os livros da série achei que esse foi o mais engraçado.

Em busca de uma poção para salvar a vida de sua mãe, Clary deve viajar até a Cidade de Vidro, lar ancestral dos Caçadores de Sombras. Mas à medida que se aproxima de Ragnor Fell, o feiticeiro que pode curar a mãe, ela descobre segredos sobre seu passado e o de Jace - e o irmão não hesita em deixar claro que não a quer por perto. Isso Clary já entendeu, ela só não imagina que está prestes a participar de uma batalha épica, na qual Caçadores de Sombras e integrantes do Submundo terão que se unir se quiserem sobreviver.

Júlia não tem tempo para distrações. Ela é brilhante e sempre se esforça para ser a melhor naquilo que faz; por essa razão, sua vida pessoal acabou ficando de lado. Algo que sempre preocupou sua tia Berenice. Gravemente doente, a mulher teme que Júlia acabe completamente sozinha quando ela se for. Júlia faria qualquer coisa — qualquer coisa mesmo! — por tia Berê e, em seu desespero para agradar a única mãe que já conheceu, inventa um noivo enquanto torce por um milagre... E então o milagre acontece: Berenice se recupera — e, assim que deixa o hospital, gasta todas as suas economias com o casamento dos sonhos para a sobrinha. Como Júlia pode contar a ela que mentiu, com a saúde da tia ainda tão frágil? É quando Júlia conhece Marcus Cassani. Ele é irritantemente cínico, mulherengo e lindo de um jeito que a deixa desconfortável. Marcus também está enfrentando problemas, e um acordo entre eles parece ser a solução. Tudo o que Júlia sabe é que deveria se afastar de Marcus. Mas seu coração tem uma ideia muito diferente... Mentira perfeita é um spin-off de Procura-se um marido, uma história que se passa no mesmo universo da primeira. Aqui você vai conhecer novos personagens inesquecíveis, além de rever aqueles que já moram no seu coração.


Primeiro livro da série Quarteto de Noivas, 'Álbum de Casamento' conta uma linda história de amor, amizade e família – e daqueles momentos imprevisíveis que transformam uma imagem bonita numa verdadeira obra de arte. Quando crianças, as amigas Parker, Emma, Laurel e Mac adoravam fazer casamentos de mentirinha no jardim. E elas pensavam em todos os detalhes. Depois de anos dessa brincadeira, não é de surpreender que tenham fundado a Votos, uma empresa de organização de casamentos bem-sucedida. Mas, apesar de planejar e tornar real o dia perfeito para tantos casais, nenhuma delas teve no amor a mesma sorte que tem nos negócios. Até agora. Com várias capas de revistas de noivas no currículo, a fotógrafa Mac é especialista em captar os momentos de pura felicidade, mesmo que nunca os tenha experimentado em sua vida. Por causa da separação dos pais e de seu difícil relacionamento com eles, Mac não leva muita fé no amor. Por isso não entende o frio na barriga que sente ao reencontrar Carter Maguire, um colega de escola com o qual nunca falara direito. Carter definitivamente não é o seu tipo. Professor de inglês apaixonado pelo que faz, ele cita Shakespeare e usa paletó de tweed. Por causa de uma antiga quedinha por Mac, fica atrapalhado na frente dela, sem saber bem como agir e o que falar. E mesmo assim ela não consegue resistir ao seu charme. Agora Carter está disposto a ganhar o coração de Mac e convencê-la de que ela é capaz de criar suas próprias lembranças felizes.

Lara Jean guarda suas cartas de amor em uma caixa azul-petróleo que ganhou da mãe. Não são cartas que ela recebeu de alguém, mas que ela mesma escreveu. Uma para cada garoto que amou — cinco ao todo. São cartas sinceras, sem joguinhos nem fingimentos, repletas de coisas que Lara Jean não diria a ninguém, confissões de seus sentimentos mais profundos. Até que um dia essas cartas secretas são misteriosamente enviadas aos destinatários, e de uma hora para outra a vida amorosa de Lara Jean sai do papel e se transforma em algo que ela não pode mais controlar



Como superar a dor de uma perda irreparável? Elizabeth está tentando seguir em frente. Depois da morte do marido e de ter passado um ano na casa da mãe, ela decide voltar a seu antigo lar e enfrentar as lembranças de seu casamento feliz com Steven. Porém, ao retornar à pequena Meadows Creek, ela se depara com um novo vizinho, Tristan Cole. Grosseiro, solitário, o olhar sempre agressivo e triste, ele parece fugir do passado. Mas Elizabeth logo descobre que, por trás do ser intratável, há um homem devastado pela morte das pessoas que mais amava. Elizabeth tenta se aproximar dele, mas Tristan tenta de todas as formas impedir que ela entre em sua vida. Em seu coração despedaçado parece não haver espaço para um novo começo. Ou talvez sim.



A jovem Poppy Wyatt está prestes a se casar com o homem perfeito e não podia estar mais feliz... Até que, numa bela tarde, ela não só perde o anel de noivado (que está na família do noivo há três gerações) como também seu celular. Mas ela acaba encontrando um telefone perdido no hotel em que está hospedada. Perfeito! Agora os funcionários podem ligar para ela quando encontrarem seu anel. Quem não gosta nada da história é o dono do celular, o executivo Sam Roxton, que não suporta a ideia de ter alguém bisbilhotando suas mensagens e sua vida pessoal. Mas, depois de alguns torpedos, Poppy e Sam acabam ficando cada vez mais próximos e ela percebe que a maior surpresa da sua vida ainda está por vir.


Blogs participantes:

No Conforto dos Livros
Guerra dos Livros
Cantinho Cult
Enjoy Books
Meu Amor Pelos Livros
Banal Girl
O Dia da Liberdade
Thinking Like a Fangirl


Então é isso pessoal. Espero que tenham gostado.
Beijoss e até a próxima.

UM NEW ADULT POR MÊS: Abril


Oi oi gente, 
Estão gostando do projeto? Eu estou muito feliz com ele!

No mês de março, eu li "Codinome Pandora da T.J.Diniz" para o projeto!!

O projeto UM NEW ADULT POR MÊS foi criado pela Mônica e eu apenas ajudei com alguns detalhes. Caso não conheçam o projeto e querem saber mais, clique aqui e visitem o post. O projeto conta com o auxílio do Guilherme do Estante do Lima.


TEMA DO MÊS DE ABRIL:
O dia 22/04 refere-se à chegada da frota comandada por Pedro Álvares Cabral ao território brasileiro.

Durante esse mês, leremos UM NEW ADULT NACIONAL!! 
 

INDICAÇÃO DE LIVROS:
Lembrando que vocês podem ler o livro que quiserem (não precisa estar na lista), desde que esteja dentro do tema proposto. Nós fazemos essas listas para ajudar vocês caso não tenham ideia de livro para ler. Se conhecerem algum livro que se encaixe, comentem no post. 
O projeto também pode te ajudar a dar continuidade naquela série abandonada.

» "O Safado do 105", Mila Wander;
» "Despedida de Solteira", Mila Wander;
» "Mania de Você", Mônica Meirelles;
» "Louca Por Você", A. C. Meyer;
» "Redenção de Um Cafajeste", Nana Pauvolih;
» "Ele É Lindo, Mas É Meu Irmão", Nathalia Rauscher;
»  "8 Segundos", Camila Moreira;
»  "O Amor Não Tem Leis", Camila Moreira;
» "Simplesmente Você", Caterine Santos;
» "As Batidas Perdidas do Coração", Bianca Briones;
» "Maliciosa", Mirela Paes;
»  "Codinome Pandora", T.J.Diniz 
» "Ink Me", Ivanka Majewski                 »  O livro está gratuito hoje 
» "Meu Erro", Cinthia Freire;
»  "7 Dias com você", Aline Sant' Anna;
» "Paixão Sustenida", Sineia Rangel;
» "Senhorita Aurora", Babi A Sette;
» "O que resta de Mim", Thays M. de Lima;
»  "Amor & Marketing", Rebecca Romero;
»  "Aos Teus Pés",  Michelle Passos;
» "Simplesmente Imperfeitos", Evilane Oliveira;
» "A Jogada Perfeita", Evilane Oliveira;
» "Sexo Virtual, Amor Real", Luisa Aranha.

CONTOS:
» "Três Formas de Amor", Danilo Barbosa;
» "Meu Vizinho Sexy", Géssica Marques;
»  "Balas e Beijos", Tammy Falkner.

DATA PARA TÉRMINO
Podem ler no ritmo de vocês, sem pressão, ok? 
A ideia é que seja um projeto divertido e que estimule a leitura do gênero.
Anunciaremos o tema de maio no dia 08/05!!

FICHA DO MÊS:
Para todos os meses do projeto nós fizemos fichas de leitura. Caso tenham alguma dúvida de como responde-las, é só clicar aqui.


POSTE SUA FOTO NO INSTAGRAM: 

Poste uma foto do livro que está lendo no Instagram com a #NAPorMes que no final do mês eu e a Môni do Leitora Cretina vamos compartilha-las em nosso blog. 

VISITEM OS BLOGS: 
Leitora Cretina | Estante do Lima

Espero que gostem do tema do mês e façam uma boa leitura. 
Beijos e até a próxima.

Entrevista com Lídia Rayanne


Oi oi gente, 
Hoje trago uma entrevista especial para vocês. A autora entrevista é muito fofa e acabou de lançar o seu primeiro livro, estou falando da Lídia Rayanne, autora de Romance em San Marino. O seu livro é um romance de época e foi lançado esse ano, ele está disponível na Amazon (Está na promoção). 



Nome do livro: "Romance em San Marino: Livro I"
Autora: Lídia Rayanne
Ano: 2017
Páginas: 511
Onde encontrar: Amazon | Skoob

"Ela havia nascido para ensinar. Ele, para governar. Só precisavam que o destino os unisse…
Em meio às guerras napoleônicas, a pequena república de San Marino ainda permanece livre com as graças do Imperador Bonaparte. Mas a paz que reina no Monte Titano não se aplica a Ângela Olivério.
Pressionada por seus pais para aceitar um casamento arranjado, a jovem de 19 anos se pergunta quem em pleno século XIX aceitaria se casar com uma professora cheia de sonhos idealistas.
As inquietações também não abandonam Marco Casali. Comprometido com a bela Alessa Vicini e filho de um dos governantes mais importantes de sua geração, o galante rapaz se sentia preparado para substituir o lugar do pai no Conselho de San Marino. Isso até o dia em que foi envergonhado diante de seus mais importantes líderes. Como ele poderia se tornar o capitão-regente de um país cuja história e povo mal conhece?
Depois de um inesperado encontro, Marco descobre em Ângela a mentora improvável de que precisa. Sob a promessa de que ele lhe conseguirá uma audiência com os próprios capitães-regentes, Ângela aceita a missão de instruí-lo nos preceitos da República sem saber que, terrível e irreversivelmente, seu coração seria arrebatado logo por ele — um rapaz destinado à outra garota.
Mas o que ambos não imaginam é que, à medida que lutam contra o sentimento crescente entre eles, a chegada de dois estrangeiros ameaça a liberdade de San Marino."

Para quem ainda está na dúvida, o livro tem uma escrita ótima. Com um enredo e personagens envolventes a autora te leva para conhecer mais sobre Romance em San Marino.

Bom, agora que conheceram o livro vamos conhecer a autora!!

» Quem é Lídia Rayanne?
Sou fortalezense e formada em Design de Moda, e sempre fui tão apaixonada por livros que um dia decidi escrever um. Me considero uma nerd e romântica incurável; sou colunista no site Tracinhas, onde compartilho meus surtos literários e contos publicados em antologias junto das minhas amigas. “Romance em San Marino” é o meu primeiro livro.

» O que te inspirou a escrever "Romance em San Marino"?
Eu sempre gostei de contar histórias e quando adolescente adorava fazer histórias em quadrinhos. Quando eu tinha 16 anos, estava trabalhando numa HQ que a história não estava funcionando, então resolvi recomeçar do zero com outro enredo. Mas qual? Foi quando me lembrei de uma historinha que assisti meu primo encenando com seus bonecos Playmobil anos antes, sobre um príncipe e uma plebeia que queriam proteger sua terra das conquistas de Napoleão, e o cenário da história era um globo de neve de San Marino. Então me deu um estalo: era essa a história que eu estava precisando. Comecei então a pesquisar sobre o país e a época e qual não foi minha surpresa quando descobri que muita coisa que tinha preparado para o roteiro não funcionaria porque San Marino é uma das Repúblicas mais antigas do mundo e Napoleão permitiu que ela permanecesse independente. Isso me deixou fascinada e me motivou a pesquisar mais e mais e revisar todo o roteiro da HQ. Até comecei o rascunho, mas anos depois decidi que a história ficaria muito melhor se contada como um livro.

» Quando escreve, no que se inspira para compor os personagens?
Em primeiro lugar, penso no arquétipo que cada personagem vai representar na história, seu papel na trama e, para deixá-lo mais humano, coloco nele características das pessoas com quem convivo. Isso ajuda muito a compor um personagem antes que ele ganhe vida na história.

»  Por que você escolheu um gênero tão raro de se encontrar na literatura brasileira?
Porque amo romances de época! Há! Há! Quando comecei o roteiro de “Romance em San Marino” não pretendia que ele fosse um livro, e nem havia tantos livros do gênero publicados por aqui. Tinha os famosos “romances de banca”, mas por questões financeiras não tinha acesso a eles, só aos clássicos da biblioteca da minha escola. Minha mãe até brincava dizendo que ninguém iria querer ler algo que não fosse contemporâneo. Mais sempre amei coisas antigas, filmes que se passavam em outras épocas e pensava: “se eu gosto, com certeza deve existir outra pessoa que goste também”. E escrevi meu livro como a história que gostaria de ler e não encontrava por aí.

» Qual é a sua parte favorita no processo de escrita de um livro?
Gosto da pesquisa, pois sempre descubro coisas que nunca ouvi falar antes. Eu tenho uma sede imensa por conhecimento, então é capaz de eu passar dias pesquisando sobre algo que só vou falar brevemente numa cena, há! há!

» Qual foi o maior desafio que você encontrou na carreira de escritora?
Encontrar um agente literário, até hoje estou procurando um disponível! Rsrs

» Quais são os seus próximos projetos?
Quero escrever um chick-lit inspirado na carreira de designer de moda e uma distopia.

» O que você gosta de ler? Indicaria qual livro para seus leitores?
Eu gosto de ler de tudo um pouco – romance, fantasia, ficção científica. Se tiver um enredo que me prenda, estou lendo! Indico um livro que amei na minha adolescência e quase ninguém conhece: “As Cinzas de Ângela”.

» Quem você admira no mundo literário?
Cassandra Clare pela narrativa, Kiera Cass pela fofura, Carina Rissi pelo humor, e C. S. Lewis pela capacidade argumentativa.

» Como você administra a sua rotina de Escritora com o Trabalho?
Eu trabalho umas 9 horas por dia, então só me sobra tempo livre para escrever à noite e nos finais de semana. Meu horário favorito para escrever é no início da madrugada, o que é um problema quando você tem que estar acordada às 5 horas da manhã, rsrs

» Muito obrigada pela entrevista, e lhe desejo todo o sucesso do mundo. Quer deixar um recado para quem ainda não conhece seus livros e para os leitores?
Obrigada! Espero que meus leitores se divirtam com a história que escrevi e estejam
preparados para um romance de época um pouco diferente do que estão acostumados. Um 
beijo para todos e boa leitura!

Então, é isso pessoal!
Espero que tenham gostado e comentem aí o que acharam da autora. 


O cheiro de livros me dá as boas-vindas imediatamente e eu me sinto em casa. Pode me chamar de Alice, tenho 22 anos (com carinha de 15). Aqui você vai encontrar de tudo um pouco, porque sou uma estudante de publicidade eclética e hiperativa de 6h às 18h.





Colaborador


Busca

Facebook

Seguidores

Arquivos

Populares

Editoras Parceiras 2019

Tecnologia do Blogger.