Resenha: Do Outro Lado do Sucesso da Helena do Carmo


Realmente, aquele espetáculo de variedades era muito famoso e teremos chances de ver o outro lado do sucesso, pois conheceremos um pouco da vida de vários personagens. Às vezes ficamos em nosso mundinho corriqueiro, sem nem imaginamos o que acontece em várias partes do planeta. Com toda certeza não nos será possível ficar cientes, sobre toda a vida na terra, mas este romance nos dará uma pequena noção que por detrás das cortinas dos palcos da vida, existem, alegrias, tristezas, tragédias, porem também muito aprendizado, que nos levará a meditar mais e julgar menos.

GÊNERO: Romance   |   ANO: 2016   |   PÁGINAS:  258   |   EDITORA: Penalux    |   ONDE ENCONTRAR: Loja

Neste sexto livro, a autora apresenta mais um romance ficticio, onde expoe de forma poética um concurso que acorre a cada dois anos, na Alemanha, aonde artistas de diversas modalidades e de vários países vão para aquele belo país, participar do "Grande Show".Os vencedores do grande Show participarão de grandes eventos, pois a garantia de sucesso dos mesmos é imensa.Mas a maior lição que eles nos darão será mostrarem, que para se ter sucesso, basta fazer bem feito o que gosta e para isso, não há necessidade de ser desonesto e muito menos desmerecer o trabalho das outras pessoas."Do outro lado do sucesso" trará ainda, uma lição de desprendimento total em nome do amor. Como característica marcante da autora é mais uma obra envolvente e emocionante.
Na Alemanha a um grandioso Show que só acontece de três em três. O Show reúne músicos e uma variedade de artistas do mundo todo, onde cada país apresenta  uma modalidade de dança ou canto. 

O livro conta a história de Ranieri irmão caçula que não quer seguir uma carreira normal dos irmãos e que não o deixa feliz. Ele nasceu em Madrigal, uma cidade de médio porte, em algum lugar no planeta.

Ele quer ser dançarino e vai lutar por isso. Ranieri se inscreveu em um curso e quer ir para a Alemanha. Ranieri vai com a mãe Ariane, vão para a Alemanha a procura da Agência Júnior Davisson, a melhor Agência para quem está querendo conquistar a fama.
Depois de muito conversa, ficou decidido que Ranieri iria se apresentar a um especialista o Maestro André Zácaro. Ele estava em uma pequena orquestra para cantar, uma coisa simples para os olhos de todos. Até o momento que ele avista o Maestro, que é muito famoso e poderá lançá-lo no mundo musical (que como sabemos é muito difícil), e canta. Foi em um desses cursos que ele conhece Dara.

O livro também conta a história de Dara, uma cigana que adora dançar a sua cultura. Já deu para ter uma noção que o livro vai girar em torno de um romance e de uma competição. Mesmo com todos os participantes querendo ganhar, eles também se apaixonam uma coisa que é proibida durante o evento, pois acarreta a expulsão.

Não tem como não se sentir totalmente conquistada, envolvida e viciada pela história. O enredo é original e muito bem escrito, a narrativa também é intensa e cativante. O cenário do livro foi muito bem descrito, e extremamente bem explorado. Também não posso esquecer também de citar os personagens secundários, que aparecem inúmeras vezes e são essenciais para a trama.

Foi uma leitura tão cativante, a autora através do mundo artístico e das diversas culturas encontradas na história, conseguiu expor assuntos fundamentais para o nosso conhecimento.



Me apaixonei pela capa e até fico impressionada pelo cuidado que a editora teve com os detalhes. Achei a combinação do uso de cores e dos detalhes da páginas lindas.

A primeira coisa que me marcou no livro com toda certeza foi a escrita da autora. Desde a primeira página ela consegue nos prender com uma narrativa rápida e bem fluída.A autora é Helena do Carmo, nascida em Minas em 1941. Ela começou a escrever depois dos 60 anos. Helena tem uma bagagem muito grande no mundo da literatura. Ela já publicou 6 livros (com alguns contos) e também lançou um CD com 18 músicas. 

Espero que vocês gostem deste romance e prestem atenção nas belas mensagens de amor ao próximo das páginas, "Do Outro Lado do Sucesso".   — Helena do Carmo

 É com essas palavras da autora que eu vou deixar vocês para comentarem se gostaram do livro, ou não. 

Entrevista com Luísa Aranha


A Luísa Aranha é blogueira, jornalista e escritora. Ela publicou três livros na Amazon: Amar só se ama uma vez..., Noites de Verão: Contos e Crônicas do blog Causos & Prosas e Sexo Virtual, Amor Real. 
Bom, através do livro Sexo Virtual, Amor Real ela está concorrendo ao prêmio Kindle. 

Eu tentei resumi um pouco sobre a autora para vocês conhecerem ela através da entrevista. 

O que te inspirou a escrever o seu livro "Sexo Virtual, Amor Real"? 

Sexo Virtual, Amor Real foi inspirado em histórias reais de amigas que conheceram seus parceiros pela internet. Tenho mais de uma amiga que se apaixonou por alguém virtual e que depois trouxe para a vida real e que tem vergonha de contar isso. Sabe aquela clássica pergunta "e aí, como vocês se conheceram?" Nem todo mundo responde com um lindo conto de fadas, mas quem conhece o parceiro pela internet parece ter vergonha. Uma coisa tão comum mas que parece é errado. E não existe nada de errado nos dias de hoje, onde passamos muito tempo conectados, conhecer alguém dessa forma. 

E o que te fez seguir com a carreira de escritora? 

Desde pequena eu sempre gostei de escrever. Minha aula preferida era de português e quando todo mundo reclamava de ter que fazer redação eu adorava.  Desde os dez anos eu escrevia em diários e agendas, pensamentos, sentimentos e minha rotina. Então, numa escolha obvia do mundo tradicional, optei pela  faculdade de jornalismo pra seguir. Mas escrever só fatos não me satisfazia. Em 2009 comecei o blog Causos & Prosas, participei de concursos literários e ganhei alguns e lancei meu primeiro romance em 2010. Amar só se ama uma vez... pelo clube de autores.  Depois disso, abandonei a literatura e me voltei totalmente para o jornalismo pra ter grana, carro, casa, e essas coisas de gente grande. Esse ano, depois de muito estresse profissional, resolvi jogar tudo pro alto e voltar ao que eu realmente gosto: transformar sentimentos em palavras...

O seu livro relata um romance pouco aceito pela sociedade. Você acredita que suas histórias podem ajudar a sociedade a ampliar horizontes sobre isso?

Acredito que todo escritor tem o desejo de mudar o mundo. Eu pelo menos tenho. Vejo o mundo tão doente com tantos preconceitos e maldades, que se eu posso colocar isso de alguma forma em um livro para que as pessoas reflitam eu farei.  Sexo Virtual, Amor Real além de falar de encontros virtuais, também mexe com temas como suicídio e perda de entes queridos. É pras pessoas refletirem, enxergarem além da casca e se aceitarem. 

O que você acha sobre essa nova ligação "literatura VS internet"? Com os blogs literários, resenhas, booktubers, qual é a importância para a literatura?

Eu ainda estou aprendendo a lidar com ela. Não é muito fácil. Vejo que as pessoas, de uma forma geral, tem seus egos muito inflados e não dão atenção ao próximo. Felizmente tenho encontrado muita gente bacana nesse caminho que mostram querer mudar as coisas. Os blogs literários, booktubers, canais e etc mudam um pouco a forma da propaganda e balançam estruturas que estão impostas há anos no mercado. Isso é um lado muito positivo, principalmente para novos autores e para os leitores. 

Quais são os seus próximos projetos?

Estou terminando  um livro novo agora, "Todas as bocas que beijei (ou sonhei)". Que narra a trajetória de uma mulher desde a sua primeira paixão aos dez anos de idade até os dias atuais. Porque ainda temos muito preconceito na sociedade sobre a sexualidade feminina e o que é "normal"e o que é ser "galinha", então precisamos falar disso também! 

E tenho mais alguns projetos em mente. Alguns ainda só no campo das ideias, como a história de uma comissária de bordo que tem medo de voar, duas amigas de doze anos que estão crescendo e se descobrindo, uma mulher que sofre um acidente e vê sua vida toda mudar... Ideias! 

Quando escreve, no que se inspira para compor os personagens? 

Nas pessoas reais. A gente tem tantas histórias boas acontecendo a nossa volta e tantas histórias que devem ser contadas que eu acredito que o melhor material está aqui... Basta olhar pro lado e observar, basta escutar com atenção e sentir o que os outros sentem. 

Como autora, é mais difícil começar uma história ou finaliza-la?

Pra mim é começar... tenho uma mania terrível de procrastinar. Fico imaginando e desenhando a história na minha cabeça por muito tempo... enrolando o momento de começar. Depois que eu começo ai só vai. Normalmente terminar é fácil!

Quem você admira no mundo literário?

Gabriel Garcia Marquez... Seus Cem anos de solidão abriram as portas da alma para mim.  Sua sutiliza e ao mesmo tempo força me deixam extasiada.  Também sou obrigada a citar Marcelo Rubens Paiva pelo livro "Feliz ano velho", um ato de coragem que me ensinou que as boas histórias estão em nossas vidas. 

Como você administra a sua rotina com o Trabalho?

Eu estaria mentindo se eu dissesse que tenho uma rotina organizada... Eu tento, mas ela não é bem uma rotina. Hoje a gente não pode só escrever, então  procuro sempre dar uma olhada nas redes sociais, participar, compartilhar conteúdos e estudar o que anda sendo falado, responder e-mails, mensagens e dar uma atenção pro pessoal que comentar na fapage. Só depois disso começo a escrever. Tem dias que escrevo pouco. Em outros não consigo desligar... vária muito de acordo com o que estou escrevendo. 

Muito obrigada pela entrevista, saiba que sou muito fã de seu trabalho e lhe desejo todo o sucesso do mundo. Quer deixar um recado para quem ainda não conhece seu livro e para os leitores.

Eu acredito que tudo que a gente manda pro universo volta pra gente em dobro. Por isso tento mandar sentimentos bons através da minha escrita. Sejam emoções, risadas ou lágrimas.  E se uma pessoa me disser que consegui lhe tirar um sorriso num dia triste, pra mim a vida já valeu a pena!




Páginas: 131 páginas  |  Formato: eBook Kindle  | Ano: 2016  |

Quando Marina entrou numa sala de bate papo qualquer naquela noite ela só queria dar o troco no namorado. O que ela não esperava era que quem teclava do outro lado fosse Leonardo e que todo o seu passado viria como um caminhão desgovernado, mais uma vez, atropelando sua vida e abrindo de novo as feridas que ela achava que estavam cicatrizadas.
Aquela conversa a fez acordar de um coma que ela mesma induzia para não sentir toda a dor que trazia consigo. Foi aquele bate papo que fez renascer nela a vontade de viver, de existir e de superar. Mas ela era confusa demais e reviver tudo que tanto doía podia ser a melhor forma de destruir sua vida para sempre.
Leonardo, Leco, Leo... Seriam a mesma pessoa? Esse nome tão familiar que havia partido cedo demais de sua vida agora retornava através de conversas sexys e profundas pela tela do celular. Não eram a mesma pessoa. Mas ela queria tanto que fosse. 
Havia distância, segredos e mentiras em todas as conversas. Haviam sentimentos confusos, intensidade e vontades. Seria paixão? Uma nova chance pra ela? Será que um encontro virtual poderia se tornar real? E se essa história vai terminar no mundo virtual ou no real só abrindo o livro para saber... 

Onde Encontrar: Wattpad   |  Amazon  |   Blog    |   Facebook  

Por hoje é só pessoal, espero que tenham gostado da autora. Para saber mais, eu vou deixar o link das redes sociais dela.

Twitter  |    Facebook   |     Todos os Livros Publicados pela autora 


O cheiro de livros me dá as boas-vindas imediatamente e eu me sinto em casa. Pode me chamar de Alice, tenho 22 anos (com carinha de 15). Aqui você vai encontrar de tudo um pouco, porque sou uma estudante de publicidade eclética e hiperativa de 6h às 18h.





Colaborador


Busca

Facebook

Seguidores

Arquivos

Populares

Editoras Parceiras 2019

Tecnologia do Blogger.