Ordem de Leitura: Série Estilhaça-me, da Tahereh Mafi | BEDA 19


Oi oi gente!!

depois que a autora Tahereh Mafi informou que haverá mais livros para a série Estilhaça-me, resolvi trazer a ordem de leitura dos livros. Para quem ainda não sabe, a série era para ser apenas uma trilogia. Porém, os leitores pediram mais historias sobre o universo criado pela mesma...


Juliette nunca se sentiu como uma pessoa normal. Nunca foi como as outras meninas de sua idade. O motivo: ela não podia tocar ninguém. Seu toque era capaz de ferir e até matar. Durante anos, Juliette feriu e, segundo seus pais, arruinou o que estava à sua volta com um simples toque, o que a levou a ser presa numa cela. Todo dia era escuro e igual para Juliette até a chegada de um companheiro de cela, Adam. Dentro do cubículo escuro, Juliette não tinha notícias do mundo lá fora. Adam ia atualizando-a de tudo. Juliette não entendeu bem o que estava acontecendo quando foi retirada daquela cela e supostamente libertada, ao lado de Adam, e se vê em uma encruzilhada, com a possibilidade de retomar sua vida, mas por caminhos tortuosos e totalmente desconhecidos. "Estilhaça-me" é fantástico, prende o leitor até a última página com uma história surreal que mistura amor, medo, aventura, mistério e traz um desfecho surpreendente. 


Ordem de de leitura:

  1. Estilhaça-me
  2. Destrua-me  (conto)
  3. Liberta-me
  4. Fragmenta-me  (conto)
  5. Incendeia-me
  6. Restaura-me
  7. Shadow me  (conto)
  8. Defy me
  9. Reveal me  (conto)
  10. Imagine me
Imagine me vai ser lançado no exterior pela Harper Collins, e ainda não tem previsão de quando vai chegar aqui no Brasil.
Espero que tenham gostado do post, e me contem nos comentários se já leram algum livro da série.

Beijoss, e até a próxima!!

Resenha: A Lista do Ódio, da Jennifer Brown | BEDA 18


Oi oi gente!!

Bom, como vocês vão ver esse livro é ótimo para quem gosta de ler obras que te tirem da zona de conforto. Mas realmente eu não esperava ser impactada com uma historia assim. Quero também dizer que a minha opinião não vai conter spoiler do conto inédito Diga Alguma Coisa.

“As pessoas faziam isso o tempo todo, acham que “sabem” o que está se passando na cabeça de alguém. Isso é impossível. É um erro achar isso. Um erro grande. Um erro que, se você não tiver cuidado, pode arruinar a sua vida.”

5 APPS PRA DEIXAR SEU FEED INCRÍVEL! | BEDA 17


Oi oi gente!!

o post de hoje é uma SUPER dica de fotografia. Para você que começou no mundo da fotografia e quer aprimorar as sua fotos. Hoje vou indicar meu 5 apps favoritos, que uso para editar as fotos que vão para o meu insta pessoal @alicemendxs e o meu insta do blog @enjoybookss .

Quotes: O Conto da Aia, da Margaret Atwood | BEDA 16

Acidentes não existem. Tudo acontece intencionalmente.
Oi oi gente,
recentemente eu tinha mencionado que havia lido o livro O Conto da Aia. E como todos tinham curtido as citações que postei no instagram, decidi fazer um post com todas as frases e citações mais lindas que podemos encontrar no romance.

Titulo original: The Handmaid's Tale
Autora: Margaret Atwood
Ano: 2017
Editora: Rocco
Paginas: 368
Onde encontrar: Amazon
Escrito em 1985, o romance distópico O conto da aia, da canadense Margaret Atwood, tornou-se um dos livros mais comentados em todo o mundo nos últimos meses, voltando a ocupar posição de destaque nas listas do mais vendidos em diversos países. Além de ter inspirado a série homônima (The Handmaid’s Tale, no original) produzida pelo canal de streaming Hulu, o a ficção futurista de Atwood, ambientada num Estado teocrático e totalitário em que as mulheres são vítimas preferenciais de opressão, tornando-se propriedade do governo, e o fundamentalismo se fortalece como força política, ganhou status de oráculo dos EUA da era Trump. Em meio a todo este burburinho, O conto da aia volta às prateleiras com nova capa, assinada pelo artista Laurindo Feliciano.
Eu acredito na resistência como acredito que não pode existir luz sem sombra; ou antes, não pode existir sombra a menos que exista também luz.
Mas isso está errado, ninguém morre por falta de sexo. É por falta de amor que morrermos. Não há ninguém que eu possa amar, todas as pessoas que eu podia amar estão mortas ou em outro lugar. Quem sabe onde estão ou quais são seus nomes agora? Poderiam muito bem não estar em lugar nenhum, como eu estou para elas. Também sou uma pessoa desaparecida.
Você não pode controlar o que sente mas pode controlar como se comporta.

A maneira como se sente o amor é sempre apenas uma aproximação.
 O mundo está cheio de armas se você estiver procurando por elas.
É provável que você pensasse nessas ocasiões: E se ele não me amar?
 A liberdade, como todo o resto, é relativa.
Os jovens são com frequência os mais perigosos, os mais fanáticos, os mais nervosos com suas armas. Ainda não aprenderam com o tempo sobre as coisas da vida. Você tem que ir bem devagar com eles.
As pessoas são capazes de fazer qualquer coisa para não admitir que suas vidas não têm significado.
Existe sempre algo para ocupar uma mente curiosa.
 Acreditava-se que tudo que acontecia na vida da gente, era devido a alguma energia positiva ou negativa emanando de dentro da cabeça da gente.
 Economizo sanidade de maneira a vir a ter o suficiente, quando chegar a hora.
Detesto a simples ideia de dor.
 É tão bom ser tocada por alguém, ser segurada com tanta avidez, sentir-me tão ávida.

A Autora

Uma das maiores escritoras de língua inglesa, Margaret Atwood foi consagrada com alguns dos mais importantes prêmios internacionais, como o Man Booker Prize (2000) e o Príncipe de Astúrias (2008), pelo conjunto de sua obra, além de ter sido agraciada com o título de Cavalheira de L’Ordre des Art et Lettres, na França. Tem livros publicados em mais de 30 idiomas e reside em Toronto, depois de ter lecionado Literatura Inglesa em diversas universidades do Canadá e dos Estados Unidos e Europa. Transita com igual talento pelo romance, o conto, a poesia e o ensaio, e se destaca por suas incursões no terreno da ficção científica, em obras como O Conto da Aia e Oryx e Crake.
Então, é apenas isso gente. 
Espero que tenham gostado do post. Não vou fazer uma resenha porque recentemente estou mais focada na minha vida pessoal (estudos, namoro, família e igreja). Quando leio é mais para mim do que para o blog. Por isso estou sumida do Enjoy Books.

Beijoss, e até a próxima!!

Sou Alice Mendes, tenho 21 primaveras e sou Pernambucana. Aqui você encontra um pouco de tudo que eu mais amo no mundo: livros, seriados, filmes, fotografia e muito mais ;)

Busca

Facebook

Seguidores

Arquivos

Populares

Editoras Parceiras 2019

Tecnologia do Blogger.

FADA SCRAP FESTA