Todas as obras da Julia Quinn que chegaram no Brasil


Oi oi gente!

Recentemente a editora Arqueiro bateu o seu record de lançamentos de livros do gênero Romance de Época (principalmente os livros da autora Julia Quinn), trazendo séries/trilogias/duologias que nos fizeram amar e odiar alguns personagens dos livros da autora. Então, para comemorar esse feito maravilhoso, quis trazer os livros que já li e conheço da autora.


Espero que gostem dos livros e séries.

Os Bridgertons:

• O Duque e eu
• O Visconde que me amava
• Um Perfeito Cavalheiro
• Os Segredos de Colin Bridgerton
• Para Sir Phillip, com amor
• O Conde Enfeitiçado
• Um Beijo Inesperado
• A Caminho do Altar
• E Viveram Felizes Para Sempre

Para conhecer os livros, tem post aqui no blog  — Aqui.

Agentes da Coroa:

Um dos livros mais românticos – e engraçados – de Julia Quinn, Como agarrar uma herdeira inaugura a série Agentes da Coroa.
Quando Caroline Trent é sequestrada por engano por Blake Ravenscroft, não faz o menor esforço para se libertar das garras do agente perigosamente sedutor. Afinal, está mesmo querendo escapar do casamento forçado com um homem que só se interessa pela fortuna que ela herdou.
Blake a confundiu com a famosa espiã espanhola Carlotta De Leon, e Caroline não vai se preocupar em esclarecer nada até completar 21 anos, dali a seis semanas, quando passará a controlar a própria herança milionária. Enquanto isso, é muito mais conveniente ficar escondida ao lado desse sequestrador misterioso.
A missão de Blake era levar “Carlotta” à justiça, e não se apaixonar por ela. Depois de anos de intriga e espionagem a serviço da Coroa, o coração dele ficou frio e insensível, mas essa prisioneira se prova uma verdadeira tentação que o desarma completamente.

Mulheres na Luta: A história do movimento feminista em quadrinhos

Foto: Imagem da editora Seguinte

Oi oi gente!!

algumas pessoas que acompanham a Companhia das Letras, já devem saber que o livro Mulheres da Luta, virou um quadrinho lindo.

Há 150 anos, a vida das mulheres era muito diferente: elas não podiam tomar decisões sobre seu corpo, votar ou ganhar o próprio dinheiro. Quando nasciam, os pais estavam no comando; depois, os maridos. O cenário só começou a mudar quando elas passaram a se organizar e a lutar por liberdade e igualdade.

Titulo: Mulheres na luta: 150 anos em busca de liberdade, igualdade e sororidade
Autoras: Jenny Jordahl e Marta Breen
Ano: 2019
Editora: Companhia das Letras
Onde encontrar: Amazon  | Site da editora

Em Mulheres na luta, Marta Breen e Jenny Jordahl destacam batalhas históricas das mulheres — pelo direito à educação, pela participação na política, pelo uso de contraceptivos, por igualdade no mercado de trabalho, entre várias outras —, relacionando-as a diversos movimentos sociais. O resultado é um rico panorama da luta feminista, que mostra o avanço que já foi feito — e tudo o que ainda precisamos conquistar.

O livro, que é totalmente colorido e tem capa dura, ainda conta com um posfácio de Bárbara Castro sobre o movimento feminista no Brasil. Veja uma entrevista com a autora Marta Breen no nosso YouTube.

Resenha: Henry, o Corgi da Rainha, da George Crawley

Oi oi gente!!

A resenha de hoje é ambientado no Natal, mas é claro que eu precisava trazer a resenha antes para vocês sentirem o quanto esse livro é maravilhoso e muito bem narrado.
Sério! Onde os humanos estariam sem nós, os cães, para resolver suas vidas de tempos em tempos?

Titulo Original: Henry, The Queen’s Corgi
Autor: George Crawley
Editora: Gutenberg
Páginas: 267
Ano: 2018
Onde encontrar: Amazon
Quando seu corgi de estimação desaparece em um passeio a Londres, a família Walker o procura em todos os lugares, menos onde nunca poderiam imaginar.
O pequeno cão foi confundido pela Guarda da Rainha com um corgi real e, desde então, vive no Palácio de Buckingham, recebendo tratamento especial, dormindo em uma cesta aconchegante e tendo até um chefe de cozinha para preparar suas deliciosas refeições. E se essa é a vida de um cão da realeza, Henry não se importa nem um pouco: apenas aproveita todas as regalias daquela realidade diferente da sua. 
Mas quando o espírito natalino toma conta do Palácio, Henry percebe que, de alguma forma, precisa voltar para os Walker. Afinal, estar com seus amados donos seria seu melhor presente de Natal!

Em Henry, O Corgi da Rainha vamos conhecer a história de Amy Walker, uma mãe que está segurando as "pontas" sozinha, após o marido deixa-la com os dois filhos. Também vamos conhecer Henry o cachorrinho da família, e que também narra o livro contando como pretendo ajudar a levantar o animo de todos na casa. 

Para animar a rotina da família neste Natal, Amy decidi levá-los para uma excursão nos Jardins do Palácio de Buckingham. Porém, ela também levou Henry, o que sem querer acabou em confusão. Henry acaba escapando e se perde da sua família. 

Quando ele é encontrado por um dos Guardas do Palácio, é levado para dentro e é confundido por um dos Corgis da Rainha Elizabeth II. 
Henry por sua vez tenta conhecer um jeito de fugir, mas isso acaba sendo difícil já que não tem como isso acontecer com todos os empregados de olho nele.

Mesmo Henry sentindo falta da família Walker, ele também sente que aquele lugar é confortável e sem preocupações. Enquanto isso, Amy e seus dois filhos se unem para ir atras do seu cachorrinho. E após isso tudo fica mais divertido e muito envolvente.

Bom, o livro é realmente bem leve e praticamente eu não posso contar muito. Por se tratar de um livro com um assunto importante, acabamos não percebendo que o ponto de vista mais detalhado e muito bem descrito na verdade é o do Henry.

A diagramação é perfeita e não encontramos muitos detalhes nos páginas, que acabe atrapalhando a leitura. A paleta de cores da capa é linda, e meu único pecado foi ter efetuado a leitura com uma xícara de gato ao lado, e não de um doguinho (eu amo cachorros!).

Se você gosta de um livro que se passe no Natal, e que conte uma história de superação. Quero que saiba que esse é o seu livro. A leitura é bem leve e serve para tirar aquela ressaca literária que você acabou ficando do livro anterior.

Henry, o Corgi da Rainha possui menos de 300 paginas e é uma leitura super rápida, por cauda da escrita da autora e da narração dos personagens. Ao decorrer da leitura você vai percebendo que a premissa do livro é muito mais do que você imagina, e fica impactado com cada lição que Henry e Amy dão no livro.


Espero que tenham gostado da resenha, e me contem nos comentários se já leram alguma coisa da autora ou algo sobre o livro.

Beijoss, e até a próxima!!

Sou Alice Mendes, tenho 21 primaveras e sou Pernambucana. Aqui você encontra um pouco de tudo que eu mais amo no mundo: livros, seriados, filmes, fotografia e muito mais ;)

Busca

Facebook

Seguidores

Arquivos

Populares

Editoras Parceiras 2019

Tecnologia do Blogger.

FADA SCRAP FESTA