Resenha: A Última Mentira Que Contei, de Riley Sager



Oi oi gente!!

A resenha de hoje é de uma obra que me deixou curiosa para saber mais, sobre o sumiço de 3 jovens, e assim que foi o segredo revelado fiquei chocada, já que até o final do livro o autor conseguiu me enganar de forma magnifica, e apenas no final tudo fez sentido.

Autora: Riley Sage
Ano: 2019
Páginas: 352
Editora: Gutenberg
Onde encontrar: Skoob | Amazon
Duas verdades e uma mentira. Quem seria capaz de descobrir qual era a mentira? Era essa a brincadeira que as garotas Vivian, Natalie, Allison e Emma faziam em sua minúscula cabana no Acampamento Nightingale. Mas a diversão chegou ao fim quando Emma, ainda meio dormindo, viu as outras saírem da cabana na calada da noite. Essa foi última vez em que ela, ou qualquer outra pessoa, teve notícia das amigas.
Quinze anos depois, Emma é convidada a voltar ao acampamento, que seria reaberto pela primeira vez desde a tragédia. Ela vê nisso uma oportunidade de tentar descobrir o que realmente aconteceu com as três garotas.
Em meio a rostos conhecidos, cabanas inalteradas e o mesmo lago escuro, objeto de tantas histórias e lendas, ela começa a encontrar misteriosas pistas deixadas por Vivian, mensagens sobre as obscuras origens do acampamento e sua possível relação com os desaparecimentos.
Com o passar dos dias, Emma investiga as mentiras do passado e enfrenta ameaças no presente. Quanto mais se aproxima da verdade, mais ela percebe que desvendar esse mistério pode custar sua própria vida.Há quinze anos, quatro garotas foram passar as férias em um acampamento de verão. Apenas uma delas voltou para casa.

O livro começa com Vivian, Natalie, Allison e Emma se divertindo na cabana no Acampamento Nightingale. Elas adoravam brincar de Duas verdades e uma mentira, e quem seria capaz de descobrir qual era a mentira. Mas tudo acabou e virou um pesadelo quando Emma, ainda de noite percebeu as outras saírem da cabana na calada da noite. Essa foi última vez em que ela, ou qualquer outra pessoa, teve notícia das amigas. Os corpos nunca foram encontrados, mesmo após 15 anos tendo se passado.

Nada nunca foi dito, já que a pobre Emma é tão inocente quando as suas amigas que desapareceram. Também nunca foi encontrado um culpado, e ninguém sabe se um dia vão encontrar.

A trama vai se basear do desaparecimento dessas 3 adolescentes, e como Emma está vivendo depois de todos esses anos. Quando Emma é convidada a voltar para o Acampamento, ela percebe coisas diferentes acontecendo. O Acampamento Nightingale foi reaberto pela primeira vez desde a tragédia anos atrás. E é nesse momento que ela vê uma oportunidade de tentar descobrir por ela mesma, o que realmente aconteceu com as três amigas.



A narrativa do livro é na primeira pessoa, em grande parte pelo ponto de vista de Emma e sua procura e tentativa de compreender tudo que está acontecendo. A história é bem intrigante, demorei um pouco pra me conectar ao enredo, mas depois as coisas fluíram melhor. Com o desenvolver da história vamos percebendo fatos ainda mais assustadores, e que no final pode colocar a vida dela mesma em risco. 

O livro tem cerca de 350 páginas e só a partir da página 100 que a leitura se desenvolveu, e o leitor fica realmente intrigado com tudo e todos ao redor de Emma. E vale ressaltar que o livro parece muito com Pretty Little Liars, não é nada igual ao livro, pois, tem bem mais suspense e mistério envolvendo o sumiço das três. Porém, é algo que eu adorei acompanhar e ter uma bela revelação sobre tudo no final.
A diagramação é confortável e deixa a leitura bem aconchegante, fazendo o leitor nem perceber as horas se passando. Como já mencionei antes, o livro tem 350 páginas mas você acaba que nem percebe após os primeiros capítulos. A capa é linda e me deixou muito curiosa para conhecer a história, assim que tinha pego o livro em mãos.

Em A Última Mentira Que Contei, você vai se envolver em um mistério de uma forma muito intensa e contagiante. Fazendo você ir atrás de outras obras do autor, apenas para saber se tem mais da sua escrita fluida e aterrorizadora. Com personagens distintos e personalidades fortes, e sem deixar de mencionar o cenário que vai deixar qualquer leitor assustado.



Espero que tenham gostado da resenha,  e me contém nos comentários o que acharam da obra. Se já leram algo do Riley pode me contar nos comentários que vou amar saber.

Beijoss, e até a próxima!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário



O cheiro de livros me dá as boas-vindas imediatamente e eu me sinto em casa. Pode me chamar de Alice, tenho 22 anos (com carinha de 15). Aqui você vai encontrar de tudo um pouco, porque sou uma estudante de publicidade eclética e hiperativa de 6h às 18h.





Busca

Facebook

Seguidores

Arquivos

Populares

Editoras Parceiras 2019

Tecnologia do Blogger.