RESENHA: O SEGREDO DO MEU MARIDO, de Liane Moriarty [BEDA 11]

por - abril 11, 2018


Oi gente, quem é vivo sempre aparece né? Rsrs. O tempo corrido me fez me afastar um pouco, mas aos poucos vou voltando!

 O Segredo do meu marido foi uma surpresa pra mim! Embora não tenha sido a minha primeira leitura da autora, Liane Moriarty se tornou uma das minhas preferidas. Ela sabe abordar temas "pesados" com uma leveza! Problemas comuns do cotidiano da sociedade em que vivemos. Não é a toa que uma de suas obras se tornou série, não é mesmo?


Autor(a): Liane Moriarty
Editora: Intrínseca 
Páginas: 364
Onde encontrar: Saraiva


Imagine que seu marido tenha lhe escrito uma carta que deve ser aberta apenas quando ele morrer. Imagine também que essa carta revela seu pior e mais profundo segredo — algo com o potencial de destruir não apenas a vida que vocês construíram juntos, mas também a de outras pessoas. Imagine, então, que você encontra essa carta enquanto seu marido ainda está bem vivo... Cecilia Fitzpatrick tem tudo. É bem-sucedida no trabalho, um pilar da pequena comunidade em que vive, uma esposa e mãe dedicada. Sua vida é tão organizada e imaculada quanto sua casa. Mas uma carta vai mudar tudo, e não apenas para ela: Rachel e Tess mal conhecem Cecilia — ou uma à outra —, mas também estão prestes a sentir as repercussões do segredo do marido dela.


Bom. O livro trás a historia de 3 mulheres! A Cecília, Tess e a Rachel, histórias diferentes que no decorrer da história vão se interligando.

Cecília é uma mulher muito organizada. Casada com John Paul, e tem três filhas: Isabel, Esther e Polly. Tem uma vida confortável e certa estabilidade financeira. Sua filha do meio, Esther, fica obcecada por algum assunto e o estuda exaustivamente, até que ele perca a graça. O assunto do momento é: O muro de Berlim. Para puxar papo, sua mãe menciona que viajou pra Alemanha, e que adquiriu seu pedaço do muro, ele estava guardado no sótão. Ao procurar o pedaço do muro, acidentalmente esbarra em uma das bagunças de seu marido John Paul, e encontra uma carta escrita por ele, endereçada á ela, mas que só deve ser aberta na ocasião da morte dele. Ai a trama se desenrola. O inicio é um pouco muito detalhado, mas ainda sim vale muito a pena.Qualquer mulher teria imediatamente aberto a carta, mas ela não é assim. 

Tess está vivendo um dilema no seu casamento! Will, seu marido e sua prima, e melhor amiga Felicity,  estão apaixonados. 
Ela não acredita, que seu marido não iria namorar sua prima ex-gorda mórbida. Felicity sempre esteve presente demais! Muita brecha as pessoas se aproveitam, não é mesmo? Rs. Com o fato de que agora ela está magra e muito bonita deve ter colaborado! 

Rachel é a mais velha das 3. Está em mais um de seus dias tristes, logo logo fará mais um ano que ela está sem a sua filha querida: a bela Janie foi assassinada ainda adolescente. E ainda tem o fato dela após o falecimento de sua filha, o abandono e desprezo por seu outro filho, o Rob. Ela nunca deu tanta atenção a ele por causa de Janie.

A carta que Cecília encontrou mudou tudo. O segredo de Jonh-Paul é algo que só saberemos um pouco perto da metade do livro. Não é nada do que eu pensei, mas mesmo assim algo bastante grave.



Porém, o segredo torna-se um complemento, mostrando como uma revelação pode mudar os cursos da vida das pessoas, trazendo reflexões sobre as nossas escolhas, certezas e seguranças.
É um livro bastante detalhado! Com muitos capítulos curtinhos. E de um certo modo eu prefiro assim, me faz ler mais rápido. 

No epílogo a historia ainda continua com reflexões de como pequenos segredos podem influenciar tanto na própria vida como na vida de outras pessoas e suposições de como seria a vida de alguns personagens SE não tivesse sido revelado este segredo.
O quote que resume o livro é:


Nenhum de nós conhece todos os possíveis cursos que nossas vidas poderiam ter tomado. E provavelmente é melhor assim. Alguns segredos devem ficar guardados para sempre. Pergunte a Pandora.


Eu indico muito essa leitura! Com uma narrativa intrigante, com detalhes preciosos, que no final fazem todo sentido e toda diferença pra nós leitores!!

Raissa.

PODE SER QUE VOCÊ TAMBÉM GOSTE:

0 Comments