Entrevista com Erika Gomes


Oi oi gente!
Hoje trago a entrevista com a autora Erika Gomes. Ela vai publicar agora na Bienal o seu livro Tenebris: o fim é apenas o começo, primeiro livro de uma trilogia. Para quem ainda não sabe, Erika é autora parceira aqui do blog, e eu já resenhei seu livro Tenebris aqui no blog (link), o seu livro está disponível para na plataforma Amazon.

Sobre a autora: "Sou mãe de três filhos simplesmente maravilhosos, casei cedo e aos 22 anos já era mãe e as vezes me questiono sobre ser outra coisa, não sei se consigo ou se nasci para algo mais, realmente amo minha natureza materna, sou daquelas que se faz mãe até daqueles que nem mesmo idade para serem meus filhos tem. Sou casada há 15 anos, estamos juntos há 21 anos, bem, durante quase toda a minha vida rs
Sempre fui apaixonada por outras vidas, outros mundos, coisas sobrenaturais sempre me despertaram a atenção, qual outro universo lhe permite ir além de você mesmo se não os livros?! Infelizmente, quando mais nova, a situação financeira não me permitia dar asas as minhas vontades e compulsão por livros, mas a independência financeira enfim chegou e com ela o começo da minha coleção literária.
Aos poucos notei que uma nova Erika nascia em mim, as ideias passaram a respirar e se mover, como uma criança sendo gerada, sentia os movimentos de uma nova ideia, o crescer de um novo sonho, em menos de um ano, assim como uma gestação, nasceu Tenebris.

Agora vamos a entrevista!

➳ O que te inspirou a escrever o seu livro Tenebris?

Noites de conversas. Aqui em casa temos o costume de varar as madrugadas em debates longos e geralmente o tema é religião, bíblia, conduta, nos reunimos em volta da mesa, comida e bebida, muita família e a noite segue. Em muitas dessas conversas, levantei alguns temas, muitos porquês e vários “e se?” ... Claro que por ser de uma família onde basicamente todos são evangélicos, sempre acabo gerando um desconforto rs, mas sou muito a favor do questionar, não aceitar tudo e qualquer coisa, não sem colocar pontos de interrogações e foi em meio a todos esses questionamentos que meus primos, Priscila e Diego, os dois “estão” na trilogia, plantaram a semente de um possível livro. Levei a sério e reguei a ideia e então após alguns meses, nascia Tenebris.

➳ Por que um livro que sai do comum e quebra todos os tabus, que cita Anjos e Demônios? — Vale citar que, Tenebris não se compara com nenhum outro.

Agradeço de coração esse carinho.
Eu acredito que há muito mais nas entrelinha da bíblia do que os religiosos que estão no comando, querem que saibamos. Pois é fácil manipular a massa, plantar ideias, mascarar as verdades. Porque não uma trilogia que te faça pensar? Te faça ver que não é porque está na igreja e teoricamente deveria ser bom, ter boas atitudes e ser semelhante a Cristo – Romanos 8:29 – que você é assim. Muitos deveriam ser bons, pois foram criados para isso, com um bom lar, criado dentro de uma doutrina de amor, mas decidiram seguir caminhos maus. Por outro lado, temos pessoas que teriam todas as ferramentas da maldade e decidiram ser bons e não acredito que exista nessa terra melhor e maior sentimento para nortear essas escolhas do que o amor. Tenho plena convicção que por amor, mudamos, crescemos, amadurecemos, nos transformamos em ser humanos melhores. Então, foi só juntar toda essa teoria e deixar a mente fértil viajar e trazer para o papel personagens que foram criados para serem algo, mas escolheram mudar o próprio destino.

➳ E o que te fez seguir com a carreira de escritora?

Vou falar novamente do amor. Quando cheguei no mundo literário, não entendia nada e não conhecia nada, então a vida me preparou a Mimi do ig @mimosbook e o Autor Saymon Cesar, A lenda de Materyalis, foram pessoas importantíssimas em minha vida e o real motivo para que hoje eu estivesse aqui. Me nortearam e incentivaram e quando me dei conta, estava sendo abraçada por muitos igs, alguns vestiram a camisa e sonharam o meu sonho de uma forma linda, estão ao meu lado, incentivam, encorajam, com toda a certeza, eles me fazem seguir.

➳ Qual foi o maior desafio que você encontrou na carreira de escritora, até o momento?

Encontrar uma editora, sem dúvida. O mercado nacional, como tudo em nosso país, é um setor muito complicado, pois são raras as editoras que aposta de verdade em seu trabalho, temos baldes de “editoras” que querem somente contratos com valores absurdos e depois te esquece jogado em uma gaveta. Me esforço para entender, como conseguem ignorar autores tão bons, enquanto apostam milhões em pessoas vazias que brigam em piscina de nutella ou passam o dia gritando um com o outro em um jogo quadrado e sem forma, enquanto a literatura, morre por falta de oportunidade.

➳ Quais são os seus próximos projetos (♥)?

Acabar a trilogia.
Estou quase terminando Herdeira, que por sinal está muito bom rs, e quero logo começar Redenção. Preciso ver esse projeto completo em minhas mãos. Estou com um romance hot no Wattpad que está me gerando um prazer gostoso de escreve-lo, com um número bom de visualização e boas críticas. Minha intenção é nunca mais parar de escrever rs

➳ O que você gosta de ler? Indicaria qual livro para seus leitores?

Amo fantasia, tudo o que me tira desse mundo e me leva para reinos, magia, vampiros, lobos rs. Gosto de viver o que não existe. Sou alucinada na Saga Crepúsculo, já li todos os livros mais de cinco vezes, decorei falas e páginas, assisto os filmes sempre que morro de saudades do Jacob rs. Amo de paixão a trilogia Não Pare, já li algumas vezes também. Instrumentos Mortais e Peças Infernais, são meus xodós, mas a série House of Night <3 domina o meu coração com força.

➳ Quando escreve, no que se inspira para compor os personagens?

Na minha visão do mundo espiritual. Sei que isso parece forte, afinal quem sou eu na fila do pão para ter uma visão de algo tão amplo e sublime? Mas o que posso fazer, sou abusada rs. Cada personagem meu tem um “Q” do que vivi, aprendi e vivenciei dentro da igreja, cada um deles tem um toque bíblico e busca algo que nos foi prometido por Deus em sua palavra.

➳ Qual é a sua parte favorita no processo de escrita de um livro?

As ideias iniciais. Quando estou parada e do nada uma nova cena se projeta em minha mente e surge aquele BUM de adrenalina e tudo o que quero é do note para escrever e escrever.
Estava em uma viagem de família no final do ano passado e um descampado lindo, com algumas pequenas elevações e um pôr do sol magnifico, trouxe a cena perfeita da minha guerra final. Situações assim me faz transbordar de empolgação.

➳ Quem você admira no mundo literário?

FML Pepper com certeza é uma das minhas grandes inspirações, a frase do marido para ela “Você já dormiu demais. Está na hora de começar a sonhar” me arrepia todas as vezes em que leio.

➳ Como você administra a sua rotina de escritora com o Trabalho?

Não sei se administro rs
Sou casada, com três filhos, trabalho com transporte escolar. Como quase todas as mulheres em nosso país, cuido de casa, roupa, comida, trabalhos escolares e por ai a fora, quem passa no meu portão, acha que moramos em um hospício, é loucura o tempo todo rs. Mas tenho um dom maravilhoso, sou capaz de me desligar do mundo quando começo a escrever, então muitas vezes estou sentada na sala com o note no colo e meus filhos estão brincando de carrinho, gritando e rindo, meu esposo está assistindo futebol altíssimo, minha filha mais velha está sentada do meu lado falando sem parar e eu estou lá no Sheol, vendo a confusão de Naiara rs.

➳ Muito obrigada pela entrevista, e lhe desejo todo o sucesso do mundo. Quer deixar um recado para quem ainda não conhece seu livro e para os leitores?

Eu que agradeço o seu interesse em saber um pouco mais não só da minha obra, mas também de como ela surgiu dentro de mim. Leia rs. Tenebris vai surpreender você, te fazer pensar e escancarar a caixinha pensante de sua cabeça, baixe a guarda e se permita conhecer um novo universo.

Bate e Volta:

➸ Um sonho?
Ser conhecida como autora nacionalmente.

➸ Um livro?
Os meus é claro rs

➸ Um filme?
Diário de uma paixão

➸ Um seriado?
Nossa, não tenho dizer somente um rs. Segura a lista:

+ The Originals
+ Vampire Diaries
+ The Walking Dead
+ House
+ Greys Anatomy


Ok, vou parar rs

➸ Um autor (a)?
FML Pepper ♥

➸ Uma frase?
Ainda antes que houvesse dia, EU SOU; e ninguém há que possa fazer escapar das minhas
mãos; agindo eu, quem o impedirá? 
- Isaías 43:13


Lúcifer há muito não é "aquele que traz a aurora", como seu nome sugere. Desde que liderou a rebelião contra seu Criador foi condenado a Sheol, o inferno, onde instaurou seu próprio reinado. Muitos o seguiram, porque acreditaram nele. Tornaram-se seus serviçais ou aliados.
No entanto, Lúcifer se sente sozinho e cansado de sua existência. Depois de trai-Lo, sente falta de Deus, da essência divina, de uma razão verdadeira para a sua vida. Seria possível, um dia, a Ele retornar?

Agora conhecido como Heylel, é na Terra que Lúcifer encontra alguém que mudaria seus sentimentos. Anna, uma bela mulher, ensinou-lhe o amor e presenteou-o com uma filha. Heylel amou ambas com todo o seu coração.
Mas nem sempre é possível viver o que se deseja. Heylel não é humano e sua essência desvirtuada já não é divina. Ele é o Senhor de Sheol e seus demônios não estão contentes com a passividade de seu líder. Uma guerra se aproxima e Heylel precisará envolver nela seu bem mais precioso: sua família.

Então é isso pessoal, espero que tenham gostado de conhecer Erika. 

Beijos, e até a próxima.

Resenha: Romance em San Marino da Lídia Rayanne


Oi oi gente!!
A resenha de hoje é sobre o livro que li da parceira Lídia Rayanne, parceira aqui do blog. Para saber mais sobre a Lídia, eu fiz uma entrevista com ela (link). 
Essa leitura foi extremante surpreendente e inovadora. A Lídia construiu uma obra de arte maravilhosa, e apenas colocou um romance para disfarçar essa obra prima chamada Romance em San Marino

Autora: Lídia Rayanne
Ano: 2017
Páginas: 600
Editora: Independente
Onde encontrar: Amazon  Skoob


Ela havia nascido para ensinar. Ele, para governar. Só precisavam que o destino os unisse…Em meio às guerras napoleônicas, a pequena república de San Marino ainda permanece livre com as graças do Imperador Bonaparte. Mas a paz que reina no Monte Titano não se aplica a Ângela Olivério. Pressionada por seus pais para aceitar um casamento arranjado, a jovem se pergunta quem em pleno século XIX aceitaria se casar com uma professora cheia de sonhos idealistas. As inquietações também não abandonam Marco Casali. Comprometido com a bela Alessa Vicini e filho de um dos governantes mais importantes de sua geração, o galante rapaz se sentia preparado para substituir o lugar do pai no Conselho de San Marino. Isso até o dia em que foi envergonhado diante de seus mais importantes líderes. Como ele poderia se tornar o capitão-regente de um país cuja história e povo mal conhece?Depois de um inesperado encontro, Marco descobre em Ângela a mentora improvável de que precisa. Sob a promessa de que ele lhe conseguirá uma audiência com os próprios capitães-regentes, Ângela aceita a missão de instrui-lo nos preceitos da República sem saber que, terrível e irreversivelmente, seu coração seria arrebatado logo por ele — um rapaz destinado à outra garota.Mas o que ambos não imaginam é que, à medida que lutam contra o sentimento crescente entre eles, a chegada de dois estrangeiros ameaça a liberdade de San Marino.



Romance em San Marino conta a história de uma jovem chamada; Ângela. Que luta para um futuro melhor para a população de San Marino, e um jovem chamado; Marcos. Que se importava apenas com o seu próprio nariz e com a sua amada Alessa Vicini.

Ângela Olivério é uma jovem doce e muito dedicada para a tudo que faz. Sempre tenta conseguir livros ou qualquer coisa que ajuda o aprendizado dos seus alunos. Ela tem apenas 19 anos e já ensina alguns alunos a ler, escrever e também um pouco sobre a politica de San-Marino. Ângela não tem muitos pretendentes por causa do seu gênio forte e sua língua muito afiada. Mas é claro que ela não se preocupa com isso, pois sabe que assim que se casar, o seu marido ira proibir de lecionar.
Seus cabelos negros, presos em um rabo de cavalo por uma fira vermelha, dançavam revoltosamente com o forte vento que incidia sobre a Praça. Marco nunca havia visto aquela garota antes. Mas muitos a reconheceram. Era Ângela, filha de Renato Olivério.

Marco Casali sempre foi um jovem muito bonito. Ele foi criado pelo pai e pela madrasta (que sempre o amou como se fosse a mãe), ele tem 21 anos e desde o momento que colocou os olhos em Alessa Vicini, se apaixonou. Ele nunca a comparou a nenhuma outra garota, pois sempre dizia que ela era unica. Até finalmente abrir os olhos e ver quem ela realmente é; uma garota fútil. 

Marco desde cedo, estudou para ser um capitão-regente do Conselho Grande e Geral. Como seu pai havia sido a muito tempo atrás, quando teve um evento proposto pelo seu pai para melhorar a imagem de Marco entre os políticos e regentes atuais. Marco acaba propondo algo que não poderia nunca acontecer em San Marino, e por isso passa por uma vergonha e todos percebem que ele ainda não está pronto para assumir o cargo.

Para tentar corrigir o seu erro, Marco procura por ajuda com Ângela. Ele a conheceu dois dias antes (do evento), quando ele à viu dar um discurso de moral/politico em seu amigo Pietro, na frente de todos na praça. Quando ele foi atrás dela para saber se ela poderia ajuda-lo, ela pediu apenas uma coisa em troca; ter a oportunidade de falar com o Conselho Geral. Com as aulas todos os dias ou finais de semana, Ângela e Marco acabam ficando super amigos, e claro que com essa amizade, acaba surgindo algo mais...
Ademais, para dificultar a "relação" que os dois tem, aparece o primo de Marco o jovem Vitore Bonelli, foi ele que fez a pergunta a Marco no evento e fez o coitado passar uma vergonha daquelas. 
Vitore acaba se encantando pelo gênio de Ângela e tenta de toda forma cortejá-la, já que ela foi a primeira garota que não caiu de amores por Marco e se tornou amiga do mesmo. Ele é inimigo declarado de Marco e vai tentar roubar Ângela a todo custo.

Mas a história não para apenas nesse "suposto" triângulo amoroso. Ainda tem muita coisa pra acontecer, como por exemplo; a visitante francesa Justine - que tem planos de criar um vírus para conseguir o que quer no conselho, o novo empregado do pai de Marco o senhor Beaumont - que sabe mais do que você imagina, o que ocasionou o acidente que levou a morte à Mãe de Marco e finalmente o que vai acontecer com a Ângela agora que seu pai está a procura de um marido?


Todas essas coisas que vão começando a aparecer durante a leitura que você fica chocada, e tenta ler o máximo possível apenas para sabe o que vai acontecer com todos. Por incrível que pareça, o livro não tem muitos protagonistas, são todos ligados uns com os outros e que no final, você pensa que acabou de ler a melhor série da vida, quando na verdade leu apenas o primeiro livro de uma duologia ♥

Esse livro está disponível apenas em eBook, na plataforma Amazon. E não se assuste com a quantidade de páginas, porque a premissa encantadora do livro vai te envolver na história de Ângela, Marcos e dos mistérios que envolvem San Marino. 


Ao conhecer a república mais antiga da Europa, foi impossível não ficar encantado por ela. Que sociedade possuía dois capitães-regentes que só ficam no poder por dois meses?

O livro da Lídia Rayanne, tem um enredo maravilhoso, personagens muito bem construídos e temas importantes que não passam batido como os outros livros. Romance em San Marino tem detalhes e mistérios que podem ser percebidos e desenvolvidos durante o decorrer da leitura. 


Todo o livro me agradou bastante, desde a narração feita primeira pessoa - pelos personagens principais, até a construção dos personagens, que foi na minha opinião a melhor parte da leitura. Todos os medos, defeitos, qualidades e principalmente as paixões foram muito bem descritas para ajudar o leitor na hora de ver como o personagens estava se sentindo. Mas não se preocupe, porque não é nada cansativo ou monótono, é bem rápido e explicativo, no modo que você acaba se apegando a cada protagonista e antagonista.

Queria escrever mais sobre o livro, mas não quero deixar essa resenha cansativa. Espero que leiam o livro futuramente. E me contem nos comentários o que acharam!

Beijoss

Sou Alice Mendes, tenho 21 primaveras e sou Pernambucana. Aqui você encontra um pouco de tudo que eu mais amo no mundo: livros, seriados, filmes, fotografia e muito mais ;)

Busca

Facebook

Seguidores

Arquivos

Populares

Editoras Parceiras 2019

Tecnologia do Blogger.