Resenha: Uma noite como esta da Julia Quinn ~ Quarteto Smythe-Smith

Oi oi gente,
estou lendo tantos livros ao mesmo tempo, que não sei como arranjo tempo pra resenhar. Finalmente consegui resenhar o segundo livro da série Smythe-smith. Para quem ainda não leu a resenha do primeiro livro (Link). 


Autora: Julia Quinn
Série: Smythe-Smith
Páginas: 272
Ano: 2017
Editora: Arqueiro
Onde encontrar:  Skoob   Saraiva   Amazon

Daniel Smythe-Smith passou três anos exilado na Itália depois de um duelo com seu amigo, o gênio matemático Hugh Prentice, e quase o fez perder uma perna. Com isso o pai de Hugh, Lorde Ramsgate, o ameaçou dizendo que se ele não saísse do país seria morto, mas um dia ele recebe a visita de seu amigo, que o libera para voltar à Inglaterra...
Ele volta justamente no dia da apresentação do Quarteto, mas encontra uma pessoa diferente ao piano (já que sua prima Sarah fingiu estar doente para não participar, Anne Wynter, a governanta das irmãs dela a substituiu), ao olhar para ela, ele fica encantado e, ao final da tortura apresentação ele corre para encontrá-la. Ao vê-la, não resiste e a beija, mesmo sem conhecê-la direito e ela, depois de um tempo escapa dele e se esconde.
Por falar em se esconder, Anne Wynter (ou melhor, Annelise Shawcross) esconde seu passado de todos, pois ela teve que se afastar de sua família, após ser enganada e humilhada por seu amado, que prometeu se casar com ela, sendo que na verdade já estava comprometido com uma mulher mais rica. Além de ter perdido a virgindade, o que já era terrível, ainda leva toda a culpa pelo que aconteceu, e por isso, ela não pode mais ter contato com a família e ela é levada para viver como governanta numa residência na Ilha de Man. Depois de um tempo, Anne foi contratada para cuidar das meninas Pleinsworth, primas de Daniel. E apesar da tentativa de manter seu passado oculto, a Lady Pleinsworth desconfiava que ela era de origem nobre e tinha motivos para negar sua criação. Daniel, ao saber que Anne é a governanta de suas primas, resolve ir sempre à casa Pleinsworth sob o pretexto de vê-las, e sempre ia passear com elas, porque sabia que ela iria junto. E, com isso eles vão ficando cada vez mais apaixonados, mesmo que ela não admita. Mas, o que ele não sabe, é que os segredos de Anne, vão além do tipo de criação que teve, e que agora, mais do que nunca, precisará conhecer o seu passado, pois ambos estão correndo perigo, e, desta vez, não tem nada a ver com o Lorde Ramsgate ou o duelo.


Daniel Smythe-Smith não planejara voltar a Londres no dia do concerto anual da família e, para ser sincero, seus ouvidos desejavam fortemente que ele não tivesse ido, mas seu coração... bem, essa era outra história.

Daniel fez uma burrada no passado, e até pagou por isso. Ficando longe da família e amigos. Ele é um cara lindo, que ama a família e não dispensa uma diversão. Ele brigou com um amigo quando estava bêbado, e isso o fez correr para a Itália e se esconder. 

Daniel acabou de voltar do seu exílio na Itália, e a sua volta cai no dia da apresentação das meninas do Quarteto. Ele realmente não queria ir, mas como estava feliz e queria rever a todos, resolveu ver as primas. O que ele não esperava era ver uma moça diferente no piano. 
Ele se sente tão atraído pela "pianista", que decide conhece-la no final do recital. O que ele não esperava saber, era que ela se chamava Anne Wynter, a nova governanta das suas primas: Francis, Elizabeth e Harriet.


– Sou a Srta. Wynter. Governanta de suas primas.– De quais? Das Pleinsworths?Anne assentiu.Ele a encarou.– Ah, coitada da senhorita. Coitada mesmo.
Anne Wynter é uma jovem que foi obrigada a abandonar o seu passado por causa de um erro cometido. Ela é muito misteriosa, educada e linda. O que acabou chamando a atenção de Daniel Smythe-Smith logo de cara. 

Ele é tão paciente e persuasivo em relação a Anne, que eu estava quase entrando no livro para ficar eu mesma com ele. Enquanto Anne queria ficar longe de compromisso, ou qualquer pessoa que desconfiasse do seu passado. 
Ele ficou do seu lado em alguns momentos... fazia visitas as suas primas Pleinsworths e sempre chamava elas para passear. Porque ele sabia que, como o dever de uma governanta a Srta. Wynter teria que acompanhar as meninas aonde fossem, o que acabou fazendo que eles se conhecessem melhor e foram se apaixonando de um jeito fofo e sedutor.

Daniel e Anne são dois personagens com bagagens do passado. Eles não esperavam se apaixonar um pelo outro, mas acabou acontecendo e isso foi a parte mais engraçada do livro. Como no primeiro livro da série, a história está ainda mais leve e engraçada. Contando com a participação das crianças que fizeram alguns capítulos ficarem fofos. O Quarteto Smythe-Smith como sempre vai roubar a cena nos primeiros capítulos, e como puderam ver na minha primeira resenha, elas arrasam com os instrumentos (rsrsrs). 

Não consegui (de verdade) contar muita coisa da história, pois a sinopse estragou todo o encanto. O livro tem um mistério maravilhoso, envolvendo um "Assassino" que está atrás de um dos personagens. Enquanto isso, Daniel e Anne tentam se entender com o passado e o presente dos dois.


Uma Noite Como Está foi escrito pela Julia Quinn. E foi lançado aqui no Brasil pela editora Arqueiro. A série conta com 4 livros, todos publicados de uma vez, e podendo ser lidos separadamente. 

A narrativa é cativante, detalhada e bem fluida. O desenvolver das situações possui um ótimo ritmo, que não deixa o leitor cansado ou entediado. A Julia Quinn soube menear a situação de todos os personagens secundários, nos mantendo em contante expectativa pelos acontecimentos seguintes.

A editora Arqueiro como sempre caprichou na edição e trouxe mais uma capa linda para os leitores. O livro continua vindo com a lista de moças da família que passou pela quarteto Smythe-Smith. 


Uma Noite Como Esta é um livro incrível. Foi um livro surpreendente e maravilhoso, não achei que fosse gostar tanto assim do segundo livro. Se você adora um romance de Época, assim como eu. Recomendo que leia essa série...

Quarteto Smythe-Smith:


Simplesmente o Paraíso - Resenha
Uma Noite Como Esta - Você está nela!
A Soma de Todos os Beijos - Não tem resenha ainda
Os Mistérios de Sir Richard - Não tem resenha ainda


Espero que tenham gostado da resenha.
Beijos e até a próxima.

Resenha: O Sol também é uma estrela, da Nicola Yoon


Quer ler um livro para destruir seu coração, te fazer querer gritar com os personagens, pensar mil coisas na sua vida e pela primeira vez, amar a autora por ela ter feito tudo isso com você? 
Então, meu querido(a) você está lendo a resenha certa! 


Autora: Nicola Yoon
Editora: Arqueiro
Ano: 2017
Páginas: 302 páginas
Onde encontrar: Amazon  Skoob  Saraiva
Natasha: Sou uma garota que acredita na ciência e nos fatos. Não acredito na sorte. Nem no destino. Muito menos em sonhos que nunca se tornarão realidade. Não sou o tipo de garota que se apaixona perdidamente por um garoto bonito que encontra numa rua movimentada de Nova York. Não quando minha família está a 12 horas de ser deportada para a Jamaica. Apaixonar-me por ele não pode ser a minha história.
Daniel: Sou um bom filho e um bom aluno. Sempre estive à altura das grandes expectativas dos meus pais. Nunca me permiti ser o poeta. Nem o sonhador. Mas, quando a vi, esqueci de tudo isso. Há alguma coisa em Natasha que me faz pensar que o destino tem algo extraordinário reservado para nós dois.
O Universo: Cada momento de nossas vidas nos trouxe a este instante único. Há um milhão de futuros diante de nós. Qual deles se tornará realidade?



O Sol também é uma estrela conta a história da Natasha Kingsley, uma jovem muito inteligente, que não acredita no amor e sim, na ciência. Adora música e acima de tudo Nova York. Ela nasceu na Jamaica, mas aos 8 anos foi com a mãe ilegalmente para Nova York. Ela não teve nenhum problema com isso por um bom tempo, mas após um incidente ocasionado pelo pai, Sr.Kingsley. Descobriram que todos estavam ilegalmente no país e deram 24 horas pra voltarem para Jamaica.

Daniel Jae Ho Bae, é um jovem lindo, que gosta muito de poesia. É descendente de coreanos, e vive em Nova York com a sua família a muito tempo. Ele tem pais muito exigentes que deseja que os dois filhos se tornem médicos, e possam viver suas vidas sem dificuldade financeira. Daniel tem apenas um irmão chamado Charles Jae Won Bae (vulgo Charlie, cretino e babaca, não necessariamente nesta ordem), que cursa medicina em Harvard e não gosta do jeito que o irmão vive (Só lendo para entender o que eu quero dizer).

Eles acabam se esbarrando no centro de Nova York, cada um indo pra uma reunião muito importante. Daniel ira se encontrar um ex-aluno de Yale, Sr.Fitzgerald, para uma entrevista. E a Natasha ira encontrar um advogado que tem a fama de resolver qualquer problema. 

Não teria como se encontrarem em momento algum, muito menos se conhecerem. Mas o Universo quis fazer desse jeito; diferente e maluco. Eles acabam se conhecendo e não é aquela paixão a primeira vista, muito menos a segunda vista. Mas a forma que se conhecem e passam o dia juntos, é que torna o momento mágico e quase inacreditável.

Por que? 
Bom, eles se esbarram e conversam... logo Daniel, decide fazer a Natasha se apaixonar por ele. Ele cita uma pesquisa feita por uma universidade, que um fez perguntas intimas e outras bobas, e o casal no final da entrevista se apaixonaram. Já que ela diz "não acreditar no amor". Eles conversam até o horário da reunião — A reunião que vai dizer o rumo que cada um vai seguir.

Todo o livro vai se passar em apenas um dia. Não posso falar mais sobre os dois, porque perderia a graça da história do romance impossível deles. 

Ela é racional.
Ele um sonhador.
Ela está desesperada.
Ele está em dúvida.
Com uma probabilidade de um em um milhão, eles se conhecem e amadurecem juntos — e se apaixonam.

O livro foi escrito pela Nicola Yoon a mesma autora do best-seller Tudo e todas as coisas, cuja adaptação para o cinema estreia em 2017. O sol também é uma estrela foi publicado pela editora arqueiro. 

A autora aborda temas importantes mas com um toque leve, digno do gênero — YA. A autora aborda temas muito importantes, faz o leitor refletir bastante e sentir toda a profundidade da história de ambos os personagens. Ela soube colocar tudo na medida certa; romance, discussões e conflitos familiares.

O livro é narrado em primeira pessoa pela Natasha, Daniel e por personagens secundários que aparecem na história. Um fato interessante que faz o livro ser único, é que ele também é narrado pelo Universo

O livro tem uma capa linda. A editora Arqueiro deixou a capa original, e dentro fez  detalhes como rubricas em cada capitulo. Para quem comprou o livro na pré-venda, ganhou uma cartela de tatuagens, que são as "rabiscos" dos capítulos. 

Para quem estava na dúvida sobre a história do livro, saiba que amei e super indico. Para quem quer sair da ressaca literária é ótimo. Super leve e os capítulos são bem curtos, então não vai demorar nada na leitura.

Beijos e até a próxima.

Sou Alice Mendes, tenho 21 primaveras e sou Pernambucana. Aqui você encontra um pouco de tudo que eu mais amo no mundo: livros, seriados, filmes, fotografia e muito mais ;)

Sorteio

Busca

Facebook

Seguidores

Arquivos

Populares

Editoras Parceiras 2019

Tecnologia do Blogger.

FADA SCRAP FESTA